Ministros assinam portaria para revisar valor de usinas

O secretário executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Zimmermann, anunciou nesta quinta-feira que os ministros da Energia, Edison Lobão, e da Fazenda, Guido Mantega, assinaram portaria conjunta para revisar valores de indenizações para dez usinas hidrelétricas de oito empresas. O valor total é da correção é de R$ 870.370.042.

A maior diferença será para a Usina Três Irmãos, da Cesp. A depreciação calculada inicialmente era de 70,07% e passou para 47,22%. Com isso, o valor da indenização passou de R$ 985.691.085 para R$ 1.737.974.039, uma diferença de R$ 752,282 milhões. "Estou citando a grande mudança. Não vou ler o nome das outras usinas, mas estará disponível no site do ministério", disse o secretário.

As mudanças são feitas no âmbito da MP 579, que foi alvo de processo de várias empresas. Zimmermann disse que o ministério já havia alertado sobre a possibilidade de revisão dos dados caso houvesse a constatação de erro na "aplicação da metodologia". Ele lembrou que para fazer os cálculos, o MME utilizou subsídios da Aneel e da EPE. "E foi identificado que havia problema de dados", resumiu.

Carregando...