Ministro da Fazenda prevê crescimento de 4% para 2013

(acrescenta medidas de estímulo econômico).

Brasília, 19 dez (EFE).- O ministro da Fazenda, Guido Mantega, previu nesta quarta-feira que a economia nacional crescerá 4% em 2013, apoiada em boa medida pela recuperação dos Estados Unidos e a esperada aceleração da China.

"Existe a possibilidade de crescermos de 4% a 4,5% em 2013. As avaliações do mercado estimam expansão de 3% a 4%. Com base nas previsões, acredito que 4% é um bom número para o próximo ano", declarou Mantega.

O ministro assegurou que 2013 começará melhor do que o ano que está terminando, "com a economia acelerando, e não desacelerando, com bases mais sólidas para o crescimento, com competitividade e redução de custos financeiro, tributário e de energia."

Mantega também justificou seu otimismo pela melhora nas perspectivas para os Estados Unidos e a China, os dois principais parceiros comerciais do país.

Sobre os Estados Unidos, Mantega disse que existe um avanço no "setor imobiliário, bem gradual, e também no consumo. Se não houver maiores problemas, os Estados Unidos poderão contribuir com uma parcela maior" no crescimento.

Em relação à China, o ministro se disse otimista porque a economia do país asiático voltou a acelerar no segundo semestre, impulsionando a compra dos bens agrícolas e minerais brasileiros.

No entanto, as previsões de Mantega não se aplicam à Europa: "não espero nenhuma boa notícia. Se olharmos o terceiro e o quarto trimestres, é só desaceleração. A Europa está com crescimento negativo e a locomotiva (Alemanha), com forte desaceleração.

Posteriormente, o ministro anunciou uma série de medidas para estimular a economia, entre elas a prorrogação, até junho de 2013, da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos, móveis e eletrodomésticos, que venceria no dia 31.

Apesar de permanecerem reduzidas, Mantega precisou que as taxas irão se normalizando de forma gradual para alguns produtos a partir do começo do ano que vem. O ministro também anunciou isenções fiscais para o comércio no varejo a partir de abril. EFE

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,2311-0,0132-0,41%
    USDBRL=X
    3,6236-0,0261-0,72%
    EURBRL=X
    0,8910+0,0025+0,28%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    13,12-0,28-2,09%
    PETR4.SA
    3,44-0,10-2,82%
    GOAU4.SA
    2,78+0,06+2,21%
    OIBR4.SA
    8,47+0,06+0,71%
    ITSA4.SA
    3,47-0,06-1,70%
    USIM5.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    19,52+9,52+95,20%
    MWET3.SA
    7,96+1,11+16,20%
    TEKA4.SA
    2,60+0,35+15,56%
    AFLT3.SA
    2,61+0,23+9,66%
    BRGE12.SA
    2,02+0,13+6,88%
    HBOR3.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    0,40-0,33-45,21%
    ALSC1.SA
    0,39-0,15-27,78%
    HBOR1.SA
    1,95-0,35-15,22%
    TXRX4.SA
    1,73-0,16-8,47%
    LIXC3.SA
    3,15-0,24-7,08%
    MNPR3.SA