Ministro dos Portos defende planejamento centralizado

O ministro da Secretaria de Portos, Leônidas Cristino, defendeu nesta terça-feira, 01, em evento na capital paulista, a centralização do planejamento portuário na pasta como forma de adequar os planos de cada porto a um único projeto nacional.

"Concentramos o planejamento porque precisamos de um plano nacional", disse, durante o evento Brasil 2030: Infraestrutura Portuária - O Novo Modelo e Oportunidades. "O porto continuará fazendo o seu planejamento, mas terá de passar pela a secretaria para ele se adequar à lógica nacional", completou.

O ministro disse que a decisão foi necessária para acelerar os investimentos no setor. Ele lembrou que em dez anos, antes no novo marco legal do setor, o Brasil só conseguiu fazer 11 licitações portuárias. "O Brasil jamais avançará nessa velocidade", afirmou.

Carregando...