Mercado abrirá em 1 h 23 min
  • BOVESPA

    111.399,91
    +2.506,91 (+2,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.895,63
    +1.116,73 (+2,67%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,51
    -0,04 (-0,09%)
     
  • OURO

    1.831,80
    +12,90 (+0,71%)
     
  • BTC-USD

    19.141,26
    -30,49 (-0,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    375,31
    -4,55 (-1,20%)
     
  • S&P500

    3.662,45
    +40,82 (+1,13%)
     
  • DOW JONES

    29.823,92
    +185,32 (+0,63%)
     
  • FTSE

    6.392,65
    +7,92 (+0,12%)
     
  • HANG SENG

    26.532,58
    -35,10 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.800,98
    +13,44 (+0,05%)
     
  • NASDAQ

    12.437,75
    -14,50 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3014
    -0,0056 (-0,09%)
     

Ministro afirma que 60% da energia do Amapá será restabelecida hoje

Ana Paula Ramos
·2 minuto de leitura
Brazil's Mines and Energy Minister Bento Albuquerque speaks during Brazil's government auction for offshore oil fields in Rio de Janeiro, Brazil, on November 06, 2019. - Brazil will auction drilling rights to deep-sea oil fields off its southeast coast Wednesday in a blockbuster sale it hopes will raise a whopping $26.5 billion and boost its crude sector. (Photo by Mauro Pimentel / Mauro Pimentel / AFP) (Photo by MAURO PIMENTEL/Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)
Ministro Bento Albuquerque (Photo by Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)

O ministro do Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciou que recuperação de um dos transformadores queimados deve restabelecer cerca de 60% da energia do Amapá ainda nesta sexta-feira (6).

Desde a noite de terça-feira (3), um blecaute tem causado diversos prejuízos para a população de 14 dos 16 municípios do estado. Já são mais de 60 horas do apagão, que começou depois que um incêndio atingiu uma subestação em Macapá, operada pela empresa LMTE.

Leia também

O ministro de Minas e Energia, que esteve na região ontem, afirmou que a principal suspeita é que o incêndio tenha sido causado por um raio.

Segundo ele, em paralelo às ações para restabelecimento do transformador, geradores serão transportados de Manaus (AM) para Macapá para suprir a necessidade do estado durante a recuperação do sistema.

“Isso vai assegurar o restabelecimento gradual da carga total de Macapá nos próximos dias”,

Além disso, um transformador disponível em Laranjal do Jari, no sul do Amapá, será deslocado para Macapá nos próximos dias para substituir o transformador danificado da subestação.

“A instalação deverá ser concluída em 15 dias e isso proporcionará 100% da carga do estado atendida”, disse Albuquerque.

O ministro ressaltou também que outro transformador, que será transportado de Boa Vista (RR), em até 30 dias, dará uma “reserva” ao sistema de energia elétrica do estado.

Inicialmente, o ministério informou que a energia seria restaurada ontem, mas Bento Albuquerque explicou que não deu certo, porque se trata de uma operação “complexa”.

Ele destacou ainda que o governo federal criou um gabinete de gestão de crise, com a participação do Ministério de Minas e Energia, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Operador Nacional do Sistema (ONS), além de representantes de outros ministérios.

SITUAÇÃO

O governo do estado do Amapá decreto estado de calamidade por 30 dias.

A falta de energia elétrica afetou também o abastecimento de água. Gêneros de primeira necessidade começam a faltar, como água e combustível. Donos de estabelecimentos comerciais relatam prejuízos, principalmente pela dificuldade para acondicionar alimentos perecíveis.

Senador pelo Amapá, o senador Randolfe Rodrigues (Rede) está em Macapá e relatou que a situação na capital é de caos e o cenário similar ao de uma guerra. Há três dias o estado está sem energia elétrica, após uma grande tempestade. Ele acredita que, sem o reestabelecimento de energia ainda nesta sexta-feira, 6, poderá haver uma crise alimentar no estado.