Mercado fechará em 5 h 8 min
  • BOVESPA

    108.053,91
    -348,37 (-0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.099,68
    -255,18 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,64
    +0,88 (+0,97%)
     
  • OURO

    1.811,50
    +6,30 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    23.097,53
    -1.069,44 (-4,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,94
    -21,41 (-3,84%)
     
  • S&P500

    4.127,07
    -12,99 (-0,31%)
     
  • DOW JONES

    32.800,69
    -31,85 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.490,97
    +8,60 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.003,44
    -42,33 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    13.019,00
    -164,25 (-1,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2497
    +0,0403 (+0,77%)
     

Ministério da Cidadania anuncia fim da fila do Auxílio Brasil

·2 min de leitura
Inclusão de 2,7 milhões de famílias torna o programa de assistência social a maior transferência de renda feita pelo governo federal. (NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Inclusão de 2,7 milhões de famílias torna o programa de assistência social a maior transferência de renda feita pelo governo federal.(NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
  • Programa do governo federal garante pagamentos mensais de R$ 400 até o fim de 2022

  • Os beneficiários devem estar cadastrados no CadÚnico e pertencer a situação de pobreza

  • Os pagamentos do mês de dezembro começam no dia 18 de janeiro.

Na última última terça-feira (04/01), o Ministério da Cidadania anunciou ter zerado a fila de espera do Auxílio Emergencial, programa de transferência de renda do governo federal e substituto do Bolsa Família.

A pasta incluiu 2,7 milhões de famílias ao programa. Com esta soma o número de beneficiários passa de 17 milhões de pessoas. Levando em consideração que o tamanho médio das famílias brasileiras é de três componentes, segundo informações do Ministério da, da Famílias e dos Direitos Humanos; o Auxílio Brasil pode alcançar cerca de 51 milhões de pessoas.

Além da inclusão as famílias devem se inscrever no CadÚnico para serem inclusas ao programa de transferência de renda. O cadastro deve ser feito no CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) da sua cidade ou do seu bairro.

A inserção dos novos beneficiários começa a valer neste mês de janeiro. Confira abaixo o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil para este mês de janeiro.

  • Beneficiários com o número do NIS final 1: 18/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 2: 19/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 3: 20/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 4: 21/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 5: 24/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 6: 25/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 7: 26/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 8: 27/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 9: 28/01

  • Beneficiários com o número do NIS final 0: 31/01

Veja aqui o calendário completo do Auxílio Brasil 2022.

Acesso ao Auxílio Brasil

Famílias em situação de pobreza - com renda máxima de R$ 210, por pessoa - e em situação de extrema pobreza - com renda máxima de R$ 105, por pessoa - inscritas no CadÚnico (Cadastro Único) tem direito ao Auxílio Brasil.

Com informações do Folha de São Paulo e G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos