Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,18
    -0,44 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.832,30
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    40.251,21
    +436,63 (+1,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    958,38
    +28,02 (+3,01%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.078,42
    +61,79 (+0,88%)
     
  • HANG SENG

    26.000,38
    -314,94 (-1,20%)
     
  • NIKKEI

    27.328,67
    -453,75 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    14.836,50
    -201,25 (-1,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0210
    -0,0195 (-0,32%)
     

Anvisa prorroga validade de vacinas da Janssen; lote não chega terça-feira ao país

·2 minuto de leitura
Fachada de sede da Janssen em Leiden, na Holanda

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta segunda-feira a prorrogação da validade da vacina contra Covid-19 da farmacêutica Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, para quatro meses e meio e não mais em três meses como originalmente.

Mais cedo, o Ministério da Saúde havia informado que o lote de 3 milhões de doses do imunizante da Janssen não chegará mais ao país na terça-feira, como estava previsto e foi anunciado pelo próprio ministro Marcelo Queiroga no sábado.

A diretoria da Anvisa aprovou a extensão do prazo de validade da vacina da Janssen sob condições de armazenamento de 2° a 8° C, atendendo a um pedido apresentado no dia 10 de junho de 2021.

"A aprovação foi baseada em uma criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos que demonstrou que a vacina tende a se manter estável pelo período (4,5 meses) bem como considerou decisão da Agência Norte-americana (Food and Drug Administration - US FDA), que também aprovou a referida alteração em 10 de junho de 2021", disse.

"No Brasil, a vacina da Janssen está autorizada para uso emergencial desde 31 de março de 2021. Esta vacina é a única aprovada pela Anvisa em dose única, e quando armazenada entre temperaturas de -25°C e -15° C, possui prazo de validade de 24 meses, a partir da data de fabricação", completou.

ATRASO

Em comunicado mais cedo, o Ministério da Saúde reconheceu o adiamento no envio da vacina da Janssen. A pasta disse que aguardava "confirmação da data por parte do laboratório, mas a expectativa é de que as doses cheguem ainda esta semana ao país em três remessas", não mais em um lote só, como também havia sido anunciado inicialmente.

No sábado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, havia dito que esse lote de imunizantes chegaria ao Brasil vindo dos Estados Unidos na terça-feira e que iria ser aplicado apenas nas capitais do país.

O ministro havia feito o anúncio após a agência reguladora dos Estados Unidos Food and Drugs Administration (FDA) autorizar a vinda das doses ao Brasil e ampliar a validade dos imunizantes de 27 de junho para 8 de agosto.

A vacina da Janssen, que ao contrário da maioria dos imunizantes contra Covid-19 é aplicada em dose única, já teve seu registro aprovado para uso emergencial pela Anvisa e o governo fechou acordo para comprar 38 milhões de doses. Contudo, até o momento, nenhum delas chegou ao país.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos