Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.617,96
    +404,72 (+0,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Ministério Público de Minas é contra empréstimo para Samarco

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Ministério Público de Minas Gerais se opõe a empréstimo da Vale e da BHP à Samarco, segundo parecer enviado à Justiça.

Segundo os promotores públicos, a Vale e BHP, como donas da Samarco, têm responsabilidade solidária pelos danos causados pelo rompimento da barragem da empresa em 2015. Os custos para reparar esses danos, portanto, devem ficar de fora da recuperação judicial da Samarco, diz o parecer. O empréstimo aumentaria a dívida da Samarco, e poderia levar a empresa à falência, segundo o Ministério Público.

A Vale e a BHP haviam proposto um empréstimo do tipo DIP financing, que tem prioridade no pagamento, de R$ 1,18 bilhão, para cobrir custos da Samarco, inclusive cerca de R$ 500 milhões estimados que a mineradora gasta por mês em reparações.

A Samarco pediu recuperação judicial em abril e cerca de metade dos créditos listados de R$ 50 bilhões são empréstimos da Vale e da BHP à empresa. A Samarco ficou sem operar de 2015 até dezembro do ano passado, e os gastos totais de reparação ainda estão em negociação com autoridades de Minas Gerais.

Em email enviado para a Bloomberg, a Samarco disse que opera com apenas 26% de sua capacidade produtiva e, portanto, os recursos advindos do financiamento DIP a ajudariam a fazer frente a todos os seus compromissos. A companhia responderá à manifestação do MP nos autos, segundo o email.

(Atualiza com posição da Samarco no último parágrafo)

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos