Mercado fechará em 4 mins

Minerva pretende realizar IPO da Athena Foods em abril de 2020

Giovanna Almeida
Minerva pretende realizar IPO da Athena Foods em abril de 2020

A Minerva Foods (BEEF3) informou, nesta segunda-feira (25), que pretende realizar a oferta pública inicial de ações (IPO) de sua subsidiária Athena Foods em abril de 2020.

De acordo com a Minerva, o futuro do processo de abertura de capital será determinado pelo governo de Alberto Fernández, eleito presidente da Argentina. O impacto acontece pois 30% das vendas líquidas da Athena ocorrem no país.

Black Friday Suno – pague 2 anos e leve 3 nas principais assinaturas da Suno Research

"Se a aversão ao risco continuar alta (na Argentina), pode inviabilizar o IPO", afirmou o diretor financeiro da empresa do setor de carnes, Edison Ticle.

Segundo o presidente executivo da empresa brasileira, Fernando de Queiroz, o IPO da subsidiária, inicialmente previsto para maio, poderia ter levantado até R$ 1,3 bilhão. O montante seria destinado para o pagamento de dívidas e para financiar o projeto de expansão da companhia.

A companhia não informou quanto pretende levantar por meio da abertura de capital que poderá acontecer no próximo ano.

A Athena, subsidiária chilena da empresa brasileira, é responsável por 12% das exportações de carne bovina da América do Sul. Além da Argentina, a empresa atua no Uruguai, no Paraguai, na Colômbia e no Chile.

Prejuízo da Minerva Foods

No terceiro trimestre deste ano, a Minerva obteve prejuízo de R$ 82,7 milhões no trimestre. Mesmo assim, a perda ainda foi 37,3% menor do que a registrada no mesmo período de 2018.

Saiba mais: Minerva tem prejuízo de R$ 82,7 milhões no terceiro trimestre

Em 12 meses, contabilizados de setembro de 2018 a setembro de 2019, o prejuízo registrado pela empresa foi de R$ 319,5 milhões. No entanto, o valor demonstra uma recuperação da companhia em comparação com o mesmo período de 2018, quando apresentou prejuízo de R$ 1,4 bilhão.

Apesar dos resultados ainda negativos, a empresa possui perspectivas positivas para os próximos trimestres. O otimismo poderá ser impulsionado por meio dos recursos obtidos com a abertura de capital da Athena.

“As exportações devem continuar muito fortes nos próximos trimestres, o que deverá contribuir para o crescimento das receitas e maior rentabilidade das operações", comunicou a Minerva no relatório do terceiro trimestre.