Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.719,69
    -1.997,34 (-4,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Minerva anuncia compra de frigoríficos de ovinos na Austrália em JV com SALIC

·1 minuto de leitura
Ovelhas em New South Wales, na Australia.

SÃO PAULO (Reuters) - A Minerva Foods celebrou nesta quinta-feira suas primeiras iniciativas para investimentos no mercado da Austrália, com a aquisição dos frigoríficos Sharke Lake e Great Eastern Abattoir, ambos especializados em ovinos e localizados na costa oeste do país, informou a empresa em comunicado.

Segundo a Minerva, maior exportadora de carne bovina da América do Sul, os investimentos serão realizados e as plantas exploradas por meio de uma joint venture em fase final de constituição com a SALIC, na qual a empresa brasileira deterá fatia de 65% e a SALIC a participação restante de 35%.

O investimento total da joint venture será de aproximadamente 35 milhões de dólares, incluindo a aquisição dos ativos, aportes para melhoria das estruturas das plantas e capital de giro, disse a companhia.

A Minerva acrescentou que a expectativa é de que os frigoríficos estejam aptos para início de operação no prazo de 60 dias.

Quando em plena operação, as plantas poderão alcançar a capacidade de abate de 1 milhão de cabeças por ano.

"Essa iniciativa... complementa de maneira singular nossas operações na América do Sul, maximizando as oportunidades comerciais e sinergias operacionais, reduzindo os riscos e contribuindo para nossa estratégia de consolidação no mercado de exportação de proteína animal", concluiu a companhia.

Atualmente, a Austrália é a maior exportadora global de ovinos processados, com acesso tanto a destinos de alto crescimento como Ásia e Oriente Médio, mas também mercados premium como Estados Unidos, Europa, Japão, Coreia do Sul, entre outros.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos