Mercado fechará em 2 h 38 min
  • BOVESPA

    108.067,24
    +1.771,06 (+1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.795,87
    -93,79 (-0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,07
    +0,31 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.809,10
    +12,80 (+0,71%)
     
  • BTC-USD

    63.586,36
    +3.521,16 (+5,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.520,35
    +1.277,67 (+526,48%)
     
  • S&P500

    4.565,10
    +20,20 (+0,44%)
     
  • DOW JONES

    35.745,14
    +68,12 (+0,19%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.454,75
    +113,75 (+0,74%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4964
    -0,0844 (-1,28%)
     

Mineradores de Bitcoin adotam energia nuclear por pressão ambiental

·2 minuto de leitura

Empresas atuantes no setor de mineração de criptomoedas, principalmente do Bitcoin, estão vendo na energia nuclear uma alternativa para driblar a pressão de políticas ambientais, sociais e de governanças do setor (ESG, na sigla em inglês).

A mineração de criptomoedas consome muita energia, e há anos organizações ambientais pedem para que esse mercado encontre alternativas mais econômicas. Esse processo foi intensificado após o excêntrico bilionário Elon Musk, CEO da Tesla, ter comentado sobre a falta de sustentabilidade na mineração dos criptoativos, justificando que a Tesla só aceitaria novamente o Bitcoin como pagamento quando houvesse confirmação que as moedas estavam sendo geradas com energia limpa.

A energia nuclear, sendo usada como fonte de energia para a mineração de criptomoedas, garante menor emissão de carbono na atmosfera, visto que as usinas não emitem nenhum CO2 durante a produção de energia, mas sim vapor de água. Com isso, a mineração acaba tendo um baixo nível de poluição atmosférica, ao contrário do processo realizada com combustíveis fósseis.

Além dos problemas ambientais, após a repressão estatal de mineração da China, empresas de mineração de criptoativos também estão a procura de opções de energia barata, e começam a enxergar nas usinas nucleares uma ótima opção, a partir de protocooperação com geradoras de energia, ou seja, as usinas conseguem vender sua produção de energia nuclear e os mineradores pagam um valor mais baixo e dibram as políticas ESG.

Iniciativas nucleares já começaram

<em>A usina Nuclear Turkey Point, localizada em Homestead, Flórida. (Imagem: Reprodução/ FPL)</em>
A usina Nuclear Turkey Point, localizada em Homestead, Flórida. (Imagem: Reprodução/ FPL)

Ainda não se sabe como o mercado de criptomoedas irá lidar com esse novo método, já que a energia nuclear é extremamente criticada por ambientalistas devido à impossibilidade de reutilização do lixo nuclear gerado, os altos custos de construção e operação das usinas, e claro, a possibilidade de acidentes nucleares e a contaminação do meio ambiente.

Porém, mesmo com a incerteza sobre a reação do mercado, projetos envolvendo essa nova opção de mineração já estão tomando forma, como o acordo de 20 anos de fornecimento de energia assinado entre a Compass Mining e pela startup de energia nuclear Oklo.

Outro exemplo pode ser encontrado na joint venture (basicamente, um acordo comercial) entre a companhia de energia Talen Energy e a mineradora TeraWulf, que visa a construção no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, de instalações de mineração de criptomoedas e de uma usina nuclear que, juntos, irão ocupar uma área equivalente a quatro campos de futebol.

O uso de energia nuclear na mineração do Bitcoin também tem o apoio do prefeito de Miami, Francis Suarez, conhecido entusiasta da criptomoeda. O político tem expectativas de trazer a indústria de mineração para a usina Nuclear Turkey Point, localizada na cidade de Homestead, próxima de Miami. A usina entrega o quilowatt de energia por US$ 0,10 (R$ 0,54 na cotação atual), preço 23% menor que a média nacional dos EUA.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos