Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,00 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    29.980,09
    +533,87 (+1,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,54 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,23 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1406
    -0,0782 (-1,50%)
     

Mineradoras e balanços impulsionam ações europeias ao fim de abril agitado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Pedestre caminha em frente à Bolsa de Valores de Milão
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Sruthi Shankar e Susan Mathew

(Reuters) - As ações europeias subiram nesta sexta-feira para máxima em uma semana, após balanços corporativos fortes e um rali nos papéis de mineradoras impulsionarem o apetite por risco ao final de um mês volátil, dominado por preocupações com a desaceleração do crescimento global.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,74%, a 450,39 pontos, e reduziu suas perdas mensais para 1,2%. O rali desta sexta-feira perdeu algum brilho depois que Wall Street abriu em baixa, sob o peso de resultados de Amazon e Apple.

As mineradoras ganharam 2,5% nesta sexta-feira, devido ao avanço dos preços do cobre e do minério de ferro após Pequim prometer apoio econômico, o que alimentou esperanças de demanda sustentada.

O índice de metais e mineração marcou seu primeiro declínio mensal em quatro meses, conforme os lockdowns na China pesavam. O índice já recuou quase 10% em relação às máximas em 14 anos que alcançou na semana passada.

Analistas esperam que o lucro das empresas do STOXX 600 cresça 27,1% no primeiro trimestre e 13,7% no segundo trimestre, segundo dados Refinitiv IBES, com o maior impulso vindo das empresas de energia.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,47%, a 7.544,55 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,84%, a 14.097,88 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,39%, a 6.533,77 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,82%, a 24.252,16 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,85%, a 8.584,20 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,04%, a 5.930,01 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos