Mercado abrirá em 7 h 39 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,05
    -0,60 (-0,71%)
     
  • OURO

    1.790,30
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    60.896,81
    -1.760,96 (-2,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.482,18
    -22,97 (-1,53%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.642,01
    -396,26 (-1,52%)
     
  • NIKKEI

    28.932,58
    -173,43 (-0,60%)
     
  • NASDAQ

    15.538,25
    -6,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4582
    +0,0041 (+0,06%)
     

Minas Gerais é primeiro estado a usar blockchain na administração pública

·2 minuto de leitura

Minas Gerais é o primeiro Estado do Brasil a ter uma rede de blockchain própria voltada para a administração pública estadual. Os primeiros nós dessa rede, instalada no data center da Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge), já estão no ar.

A infraestrutura comporta a segmentação lógica dos dados, o que permite que seja usada por diferentes sistemas e aplicações. Além disso, apoia práticas de governança como modelos de uso e criptografia de dados. O governo mineiro diz que a plataforma está associada a compartilhamento de informação, confiabilidade, descentralização e rastreabilidade.

Por ser um sistema descentralizado, a rede terá uma estrutura dinâmica e deve ser expandida a partir da participação de órgãos e entidades de governo. “Quanto mais nós forem integrados, mais robusta a rede se tornará”, explica Roberto Reis, diretor-presidente da Prodemge.

Imagem: Reprodução/Envato/iLexx
Imagem: Reprodução/Envato/iLexx

Segundo Reis, a empresa estimula e apoia o desenvolvimento da tecnologia em outros órgãos para fazer a rede crescer. “Esse é um projeto muito importante para nós, da Prodemge, e para toda a administração pública. Estamos inovando e colocando o Governo de Minas na vanguarda de tecnologia da informação. Essa ferramenta é fundamental na busca da transformação digital do Estado.”

Meio ambiente

O primeiro sistema a usar a rede é o MG Florestas, que controla, de forma eletrônica, todas as etapas da cadeia do carvão vegetal em Minas Gerais. A iniciativa é conduzida por uma parceria entre o Instituto Estadual de Florestas (IEF), a Prodemge, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

O objetivo é que a medida aumente a transparência e a fiscalização das ações sobre o meio ambiente. Além disso, o projeto deve valorizar o produto legal por meio da tecnologia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos