Mercado fechará em 5 h 51 min
  • BOVESPA

    107.937,11
    -1.004,57 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,35
    +0,04 (+0,05%)
     
  • OURO

    1.839,80
    -1,90 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    36.525,30
    +3.299,62 (+9,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    832,81
    +22,21 (+2,74%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.373,51
    +76,36 (+1,05%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.212,75
    -288,25 (-1,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2178
    -0,0109 (-0,17%)
     

Minério oscila com queda recorde de produção de aço na China

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- As cotações do minério de ferro oscilaram enquanto investidores avaliavam as perspectivas econômicas para a China, cujo crescimento do terceiro trimestre ficou abaixo das previsões e a produção de aço registrou queda recorde.

Most Read from Bloomberg

O PIB da China cresceu 4,9% no terceiro trimestre na comparação anual sob o impacto do setor imobiliário mais fraco e crise de energia, enquanto estimativas apontavam para uma expansão de 5%. Ainda assim, o mercado imobiliário começa a se estabilizar e o efeito da crise de energia na economia será limitado, disse um porta-voz do Escritório de Estatísticas.

Em setembro, a produção de aço caiu 21,2% no ano, para 73,8 milhões de toneladas, o menor nível mensal desde 2017. A forte queda coloca a China no caminho para cumprir sua promessa de reduzir os volumes anuais. O país, que lidera a fabricação mundial de aço, lançou uma série de restrições à produção do setor, medida que também foi facilitada pela menor demanda de construtoras.

Com a produção de aço estimada abaixo de 80 milhões de toneladas para o resto do ano, bancos rebaixaram as previsões para o preço do minério de ferro. Os estoques de minério de ferro nos portos da China registraram o maior aumento desde 2014 na semana passada, de acordo com dados do site Steelhome.

Após forte queda da produção, usinas em algumas províncias, incluindo Tangshan, Jiangsu, Zhejiang e Anhui, podem aumentar o volume este mês, já que cortaram mais do que o esperado em setembro, disse Kevin Xie, economista do Commonwealth Bank of Australia. Mas é improvável que as autoridades relaxem as restrições devido à determinação do governo de limitar o uso de energia, disse.

A BHP divulga números de produção na terça-feira. Na semana passada, a rival Rio Tinto revisou para baixo as expectativas para embarques anuais de minério de ferro. A BHP deve cumprir sua estimativa de produção com o bom desempenho em meio ao clima favorável e operações positivas em Port Hedland em setembro, de acordo com a consultoria de granéis sólidos DBX Commodities.

Na China, os futuros do minério de ferro fecharam em baixa de 1,7%, cotados a 711 yuans por tonelada, enquanto o contrato em Singapura era negociado com queda às 17h47 no horário local, após oscilar entre ganhos e perdas. Os futuros do vergalhão e bobina laminada a quente caíram em Xangai.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos