Mercado fechará em 1 h 56 min

Minério de ferro sobe na China; sinalização da Vale sobre terminal limita alta

Por Enrico Dela Cruz
.

Por Enrico Dela Cruz

MANILA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro negociados na China subiram nesta sexta-feira com otimismo de que Pequim aumente os gastos em projetos de infraestrutura para sustentar a segunda maior economia do mundo que foi atingida pela epidemia de coronavírus.

Espera-se que um pacote de estímulo leve à recuperação da demanda de aço na China, responsável por mais da metade da produção mundial de material, aumentando a demanda por minério de ferro para ingredientes siderúrgicos.

O contrato de minério de ferro mais negociado na bolsa de Dalian fechou em alta de 0,5%, para 661,50 iuanes (93,63 dólares) por tonelada, depois de subir 4,7% no início da sessão. Na semana, a alta foi de 0,5%.

"As expectativas do mercado para maior expansão fiscal estão subindo novamente", disseram analistas da Huatai Futures Co., Ltd. em nota.

A China deve liberar trilhões de iuanes de estímulo fiscal para revitalizar sua economia, que deve encolher pela primeira vez em quatro décadas em meio à pandemia, informou a Reuters na quinta-feira, de acordo com quatro fontes.

O minério de ferro de Dalian reduziu os ganhos depois que a mineradora brasileira Vale disse na quinta-feira que pode continuar operando o terminal marítimo de Teluk Rubiah, na Malásia, após uma avaliação de risco de coronavírus.

A Vale havia sinalizado uma possível paralisação das instalações de distribuição de minério de ferro na quarta-feira, reacendendo as preocupações com a oferta.