Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.957,54
    +32,20 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Minério de ferro sobe em sessão volátil com estímulo na China no horizonte

Desembarque de minério de ferro no porto de Lianyungang, China

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - O contrato futuro do minério de ferro fechou em alta na bolsa de Dalian após uma sessão diurna volátil nesta quinta-feira, com traders apostando que a China, maior produtora mundial de aço, adotará mais medidas para apoiar sua economia em dificuldades.

A China intensificará a implementação de sua política monetária prudente e estabilizará o emprego e os preços em um esforço para consolidar e melhorar a tendência ascendente da economia em meio aos crescentes riscos negativos à economia global, disse o banco central do país na quarta-feira.

O minério de ferro mais negociado para entrega em janeiro na Dalian Commodity Exchange da China subiu 1,7%, para 740 iuanes (103,85 dólares) a tonelada no final do pregão diurno, depois de oscilar entre perdas e ganhos durante a sessão.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de referência do ingrediente siderúrgico para dezembro subiu 0,2%, para 97,20 dólares a tonelada.

O minério de ferro registrou forte recuperação após o "sell-off" de outubro, alimentada pelo otimismo de que as recentes ações políticas na China aumentariam a demanda por aço e suas matérias-primas.

A China relaxou algumas de suas regras de contenção da Covid-19 e divulgou medidas para apoiar um setor imobiliário em dificuldades, que responde por uma parcela considerável da demanda doméstica de aço.

Ainda assim, restam dúvidas se as medidas são suficientes.

"As recentes ações do governo para intensificar o apoio ao financiamento de desenvolvedores podem melhorar a flexibilidade financeira das empresas e moderar parcialmente suas pressões de refinanciamento de curto prazo", disse Kelly Chen, vice-presidente e analista sênior da Moody's Investors Service.

"Mas o impacto estaria sujeito à extensão e ao tempo, bem como à eficácia dessas medidas."

(Por Enrico Dela Cruz em Manila)