Mercado abrirá em 6 h 28 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,08
    +1,51 (+1,38%)
     
  • OURO

    1.828,60
    +3,80 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    20.863,09
    -332,04 (-1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,22
    -7,58 (-1,64%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.313,08
    +83,56 (+0,38%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.111,00
    +70,50 (+0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5363
    -0,0078 (-0,14%)
     

Minério de ferro sobe em Dalian após queda recorde de 10 sessões

Trabalhadores no porto de Yingkou

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro subiram na bolsa de Dalian nesta sexta-feira após uma queda recorde de 10 sessões, mas os preços em Cingapura permaneceram pressionados por uma perspectiva sombria para a demanda na China, maior produtora de aço do mundo.

O contrato de minério de ferro mais negociado para setembro na Bolsa de Dalian mostrou volatilidade durante a sessão diária e encerrou em alta de 1%, a 736 iuanes (109,90 dólares) a tonelada. Na semana, a queda foi de 11%, a maior desde meados de fevereiro.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato do ingrediente siderúrgico para julho caiu 1%, para 115 dólares a tonelada.

Na quinta-feira, o minério subiu 7,4% em Cingapura, recuperando-se do fechamento mais fraco deste ano na sessão anterior, depois que o presidente chinês Xi Jinping prometeu tomar medidas mais efetivas para alcançar as metas de desenvolvimento econômico e social do país.

Embora "a confiança do mercado tenha sido restaurada até certo ponto", analistas da Sinosteel Futures disseram que a ausência de quaisquer medidas de estímulo econômico adicionais e específicas por parte de Pequim limitará quaisquer ganhos de preço do minério por enquanto.

No centro de produção de aço da China, a cidade de Tangshan, 56 dos 126 altos-fornos foram fechados para manutenção, de acordo com a Sinosteel, enquanto as usinas lutam para lidar com margens em queda em meio à fraca demanda e altos estoques.

As restrições da Covid-19, que pressionaram para baixo o setor imobiliário, e as interrupções na atividade de construção causadas pelo clima desfavorável também são ventos contrários para o setor siderúrgico chinês.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos