Mercado fechará em 1 h 43 min
  • BOVESPA

    112.900,41
    +1.974,80 (+1,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.442,81
    -14,74 (-0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,55
    +0,33 (+0,41%)
     
  • OURO

    1.809,50
    -5,70 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    16.963,58
    -0,27 (-0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    402,65
    +1,22 (+0,30%)
     
  • S&P500

    4.062,85
    -13,72 (-0,34%)
     
  • DOW JONES

    34.334,22
    -60,79 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.951,00
    -111,75 (-0,93%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4795
    +0,0141 (+0,26%)
     

Minério de ferro sobe com mudança nas regras da Covid na China e apoio imobiliário

Minério de ferro no porto de Zhoushan, China

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro subiram nesta segunda-feira para atingir o nível mais alto em mais de um mês, já que a China, maior produtora mundial de aço, prometeu continuar ajustando suas regras de contenção da Covid-19 e estabeleceu medidas de apoio para o setor imobiliário doméstico em dificuldades.

Após as medidas de flexibilização de sexta-feira, um pesquisador do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças disse que novos ajustes nas medidas de quarentena não seriam descartados.

No domingo, a Reuters informou que o Banco Popular da China e a Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China delinearam 16 etapas para apoiar os incorporadores imobiliários em um aviso às instituições financeiras.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na Dalian Commodity Exchange da China encerrou o comércio diurno com alta de 1,9%, a 710,50 iuanes (100,85 dólares) a tonelada, depois de atingir seu nível mais alto desde 11 de outubro, a 735,50 iuanes.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de dezembro de referência do ingrediente siderúrgico subiu até 5,2%, para 96 dólares a tonelada, uma máxima desde 28 de setembro.

"As medidas claramente fornecerão algum apoio à economia da China, embora devam ser consideradas em relação ao aumento do número de casos de Covid observados em todo o país", disse Robert Carnell, chefe de pesquisa do ING Asia-Pacific.

Os movimentos do mercado permaneceram amplamente impulsionados pelo sentimento, com fundamentos fracos ignorados, incluindo o aumento dos estoques de minério de ferro.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila)