Mercado fechará em 5 h 46 min
  • BOVESPA

    106.698,98
    -1.752,23 (-1,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.893,18
    -549,03 (-1,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,46
    -0,69 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.661,60
    -8,40 (-0,50%)
     
  • BTC-USD

    18.981,06
    -106,38 (-0,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    433,53
    -12,45 (-2,79%)
     
  • S&P500

    3.623,50
    -95,54 (-2,57%)
     
  • DOW JONES

    29.083,08
    -600,66 (-2,02%)
     
  • FTSE

    6.862,74
    -142,65 (-2,04%)
     
  • HANG SENG

    17.165,87
    -85,01 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    26.422,05
    +248,07 (+0,95%)
     
  • NASDAQ

    11.209,25
    -346,50 (-3,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2753
    +0,0427 (+0,82%)
     

Minério de ferro sobe com humor renovado por melhores margens de aço na China

Desembarque de minério de ferro no porto de Lianyungang, China

Por Enrico Dela Cruz e Sonali Paul

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro nas bolsas de Dalian e Cingapura subiram nesta segunda-feira, ampliando ganhos à medida que a melhora das margens das siderúrgicas na China incentiva as usinas a reiniciar gradualmente os altos-fornos ociosos e aumentar as importações do ingrediente siderúrgico.

As esperanças de que os cortes na produção de aço na China, maior produtor mundial, para cumprir metas de descarbonização sejam menos árduos no segundo semestre do ano também apoiaram os preços do minério de ferro.

O contrato de minério de ferro mais negociado para janeiro de 2023 na Dalian Commodity Exchange da China encerrou as negociações com alta de 4,3%, a 737,50 iuanes (109,06 dólares) a tonelada. No início da sessão, o papel atingiu seu maior nível desde 1º de agosto em 745,50 iuanes.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de setembro chegou a subir até 3,6%, para 113,05 dólares a tonelada, estendendo a recuperação de sexta-feira frente a uma queda de cinco sessões.

As compras de minério de ferro da China em julho aumentaram 3,1% em relação ao ano anterior e 3% ante junho, puxadas pela recuperação das margens e dos preços do aço, e apesar das preocupações com a fraca demanda de aço, principalmente do setor imobiliário do país.

"Foi surpreendente ver um aumento mensal nas importações de minério de ferro da China, dada a pressão contínua que o setor siderúrgico da China enfrenta", disse o analista de commodities do Commonwealth Bank of Australia, Vivek Dhar.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila e Sonali Paul em Melbourne)