Mercado abrirá em 50 mins
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,03
    -1,47 (-1,62%)
     
  • OURO

    1.808,00
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    23.135,55
    -151,38 (-0,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,51
    -18,84 (-3,38%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.494,98
    +6,83 (+0,09%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.083,75
    +52,25 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2479
    +0,0152 (+0,29%)
     

Minério de ferro recua após China indicar continuidade da política de zero Covid

Caminhão em mina na Austrália

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro registraram perdas nesta sexta-feira, já que a China indicou que controlar os surtos de Covid-19 ainda era uma prioridade, embora no acumulado da semana o ingrediente siderúrgico permanecido no caminho para a maior alta desde março.

O contrato de minério de ferro mais negociado em setembro na Bolsa de Cingapura caiu 3,7%, a 114,30 dólares a tonelada, após ter atingido na sessão anterior seu maior nível desde 30 de junho, a 119,90 dólares.

Na bolsa de commodities de Dalian da China, o minério de ferro em setembro encerrou as negociações em alta de 1,8%, a 782 iuanes (116,11 dólares) a tonelada, abaixo do pico de quatro semanas de quinta-feira, de 798,50 iuanes.

A China está aderindo à sua política "dinâmica zero-Covid", disse a mídia estatal após uma reunião do Partido Comunista na quinta-feira.

"Parece-nos que qualquer mudança na política de zero Covid só acontecerá quando as autoridades estiverem convencidas de que as mutações são menos virulentas e as vacinas/medicamentos são comprovadamente mais eficazes. É improvável que aconteçam no curto prazo", disseram analistas do ANZ em nota.

Os mercados de minério de ferro e aço sofreram perdas no segundo trimestre, uma vez que os lockdowns da Covid-19 na China reduziram a demanda no maior produtor e consumidor de aço do mundo.

Mas o minério de ferro se recuperou esta semana, com o material com teor de 62% ganhando cerca de 15% no mercado spot na quinta-feira, a 117,50 dólares por tonelada, em resposta à ampliação das margens do aço e otimismo sobre as perspectivas de demanda nos próximos meses. Já na sexta-feira, a cotação baixou 0,50 dólar, a 117 dólares.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos