Mercado fechado

Minério de ferro quebra sequência de perdas com medidas para setor imobiliário na China

Minério de ferro no porto de Zhoushan, China

CINGAPURA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian quebraram uma sequência de três perdas consecutivas nesta quinta-feira, com as recentes medidas de apoio ao setor imobiliário da China superando as preocupações com o recente aumento nos casos de Covid-19.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na Dalian Commodity Exchange da China encerrou as negociações diurnas com alta de 1,3%, a 732,0 iuanes (102,36 dólares) a tonelada.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência em dezembro subiu 0,6%, para 95,90 dólares a tonelada.

Enquanto os traders contemplavam as medidas de apoio ao setor imobiliário da China, o primeiro-ministro Li Keqiang convocou uma reunião do Conselho de Estado para enfatizar a importância do desempenho econômico no quarto trimestre, disse a ANZ Research em nota.

As ações do setor imobiliário na China saltaram nesta quinta-feira depois que os maiores bancos comerciais do país concordaram em fornecer pelo menos 38 bilhões de dólares em novas linhas de crédito para desenvolvedores, somando-se às recentes medidas de apoio regulatório para aliviar a sufocante crise de caixa no setor.

A China registrou um número recorde de infecções por Covid-19 na quinta-feira, com cidades em todo o país impondo lockdowns localizados e outras restrições que estão obscurecendo as perspectivas para a segunda maior economia do mundo.

A Comissão de Saúde da China continental relatou 31.656 novos casos de coronavírus em 23 de novembro, em comparação com 29.157 novos casos no dia anterior.

(Por Matthew Chye)