Mercado fechará em 3 mins
  • BOVESPA

    111.157,58
    -2.272,96 (-2,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.663,72
    +99,45 (+0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,46
    -2,41 (-3,06%)
     
  • OURO

    1.942,30
    -3,00 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    23.059,91
    -126,42 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    521,54
    +278,86 (+114,91%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    -16,17 (-0,40%)
     
  • DOW JONES

    33.787,05
    -298,99 (-0,88%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.130,00
    -22,00 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5521
    +0,0365 (+0,66%)
     

Minério de ferro cai com cenário de demanda afetado por problemas de Covid na China

Amostra de minério de ferro

Por Matthew Chye

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro caíram nesta segunda-feira, com relatos de um aumento nas mortes por Covid-19 na China, maior produtora mundial de aço, renovando as preocupações com a demanda.

O minério de ferro mais negociado para maio na Dalian Commodity Exchange da China encerrou as negociações diurnas com queda de 4,3%, a 832,5 iuanes a tonelada.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência de fevereiro recuou 4,4%, para 120,00 dólares a tonelada.

A China disse no sábado que quase 60.000 pessoas com Covid-19 morreram em hospitais desde que o país abandonou sua política de Covid-zero no mês passado, um grande aumento em relação aos números relatados anteriormente e que vem após críticas globais aos dados de coronavírus do país.

Os preços das novas residências na China caíram pelo quinto mês consecutivo em dezembro, com os surtos de Covid-19 prejudicando a demanda. Mas o desmantelamento das rígidas restrições da pandemia e as expectativas de mais medidas de apoio iluminaram o cenário.

O contrato de vergalhão mais ativo na Bolsa de Futuros de Xangai caiu 1,5%, a bobina a quente perdeu 1,4%, e o fio-máquina recuou 0,8%, enquanto o aço inoxidável subiu 0,6%.

(Por Matthew Chye)