Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.034,15
    +111,81 (+0,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Minério de ferro cai abaixo de US$90/t com problemas de demanda na China

Minério de ferro no porto de Zhoushan, China

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro nas bolsas de Dalian e Cingapura ampliaram as perdas nesta quinta-feira, sendo negociados abaixo de um nível de suporte importante de 90 dólares por tonelada.

A queda nos lucros industriais e os novos lockdowns contra a Covid-19 na China, principal produtora mundial de aço, pesaram fortemente no sentimento.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na Dalian Commodity Exchange da China encerrou as negociações diurnas com queda de 4,1%, a 643,50 iuanes (89,29 dólares) a tonelada, depois de atingir mais cedo seu nível mais fraco desde 25 de julho, a 642,50 iuanes.

Na Bolsa de Cingapura, a referência de novembro atingiu a mínima do contrato, a 82,85 dólares a tonelada, uma queda de 4,3%.

Os lucros das empresas industriais da China recuaram 2,3% em janeiro-setembro em relação ao ano anterior, caindo em um ritmo mais rápido, à medida que as dificuldades associadas à Covid-19 e uma queda no setor imobiliário diminuíram a atividade fabril.

Várias cidades chinesas estão dobrando as restrições da Covid-19, vedando prédios e bloqueando distritos para impedir o aumento dos surtos.

O minério de ferro de Dalian caiu cerca de 28% em relação ao pico de junho de 890 iuanes, enquanto o preço spot do minério de ferro com teor de 62% para o material com destino à China caiu para 88 dólares nesta quinta-feira, 4 dólares abaixo do fechamento da véspera, mostraram dados da consultoria SteelHome.

Os problemas do setor imobiliário da China também persistem.

"Apesar de uma melhora gradual e leve nos dados de vendas de imóveis, não acreditamos que a confiança dos investidores vai melhorar tão cedo", disseram analistas do JPMorgan em nota.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila)