Mercado fechará em 1 h 40 min
  • BOVESPA

    114.081,98
    -980,56 (-0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,80
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.756,90
    -37,90 (-2,11%)
     
  • BTC-USD

    47.398,00
    -573,70 (-1,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.217,06
    -16,23 (-1,32%)
     
  • S&P500

    4.471,21
    -9,49 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    34.743,40
    -70,99 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.488,25
    -15,75 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1933
    -0,0027 (-0,04%)
     

Minério de ferro avança com aposta de aceleração na China

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A tonelada do minério de ferro voltou a ser cotada acima de US$ 150, com os investidores apostando que os esforços da China para atingir as metas econômicas impulsionarão a demanda. Preocupações com a oferta contribuíram para o avanço.

A China se esforçará para atingir os principais objetivos de desenvolvimento econômico e social este ano e manterá as rigorosas medidas de controle do coronavírus, afirmou o presidente Xi Jinping em artigo publicado na primeira página do Diário Popular nesta quinta-feira. Xi acrescentou que o desenvolvimento industrial é prioridade máxima para revitalizar áreas rurais. Os mercados de aço e minério de ferro são considerados barômetros dos planos de infraestrutura do país e de perspectivas de crescimento mais amplas.

Os contratos futuros de minério de ferro se recuperam de um tombo no último mês, reagindo a dados da indústria apontando para o aumento da produção de aço nos últimos dias e otimismo em torno das políticas do governo chinês para sustentar a expansão.

Os preços podem continuar subindo no curto prazo porque menos carregamentos estão chegando aos portos esta semana, explicou Liu Huifeng, analista da Donghai Futures. Segundo ela, boas margens de lucro e estoques baixos de minério de ferro nas siderúrgicas sustentam o consumo. Ainda assim, o aumento da oferta ao longo do resto do ano e a grande chance de cortes na produção siderúrgica no quarto trimestre podem prejudicar a demanda por minério, acrescentou.

Investidores também esperam retomada da atividade na China após o país ter conseguido conter um surto provocado pela variante delta.

O trânsito voltou a ficar intenso e o segundo porto mais movimentado da China voltou a funcionar na quarta-feira, após duas semanas de paralisação.

Os contratos futuros na Bolsa de Cingapura chegaram a subir 4,9% para US$ 152,90 a tonelada. Os preços estão prestes a interromper uma sequência de cinco semanas de perdas. A cotação do minério de ferro também avançou na China, enquanto os contratos futuros de aço recuaram.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos