Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.595,46
    +135,12 (+0,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Minério de ferro amplia ganhos com apostas de reabertura na China e apoio político

Minério de ferro no porto de Zhoushan, China

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os preços do minério de ferro subiram nesta quinta-feira, impulsionados pela contínua especulação de que a China, maior produtora de aço, aliviaria suas rígidas regras contra a Covid-19, juntamente com a esperança de que as medidas de estímulo chinesas compensem o impacto de uma retração econômica global na demanda.

O ingrediente siderúrgico se recuperou após forte queda em outubro, com ganhos em grande parte impulsionados por rumores de que a China se afastaria de sua rígida política de zero Covid até o próximo ano. As autoridades negaram conhecimento de tal plano.

Na quarta-feira, o minério ampliou ganhos quando os reguladores chineses garantiram aos investidores que o desenvolvimento econômico continua sendo uma prioridade e que o banco central seria capaz de manter taxas de juros positivas pelo maior tempo possível.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na Dalian Commodity Exchange da China encerrou as negociações diurnas em alta de 1,1%, a 634,50 iuanes (86,85 dólares) a tonelada, a caminho de seu terceiro dia consecutivo de ganhos.

Na Bolsa de Cingapura, minério de ferro de referência de dezembro subiu 1,4% a 81,65 dólares a tonelada.

A mineradora BHP Group espera que a China seja uma fonte de estabilidade para a demanda por commodities nos próximos 12 meses, à medida que suas medidas de estímulo entram em vigor progressivamente, enquanto as perspectivas econômicas globais permanecem "muito incertas e frágeis".

Outros analistas, no entanto, fornecem uma visão contrastante da demanda de aço na China.

"Como os lucros das siderúrgicas continuaram a encolher, os planos de redução e manutenção da produção de alto-forno aumentaram esta semana", disseram analistas da Huatai Futures em nota.

Com o enfraquecimento da demanda global por aço, "a sustentabilidade da recuperação do preço do minério de ferro é questionável", de acordo com a agência de relatórios de preços Metals Market Index.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila)