Mercado fechará em 5 h 3 min

Minério estende recuperação com saldo comercial recorde da China

(Bloomberg) -- O minério de ferro subiu pela segunda sessão consecutiva, com esperanças renovadas de que a demanda vai melhorar após números comerciais acima do esperado na China e estoques de aço em queda.

O ingrediente siderúrgico subiu até 3.6% em Singapura e recuperou parte das quedas da semana passada. As exportações fortes da China - e um superávit comercial recorde - aliviaram as preocupações com a segunda maior economia do mundo, embora ainda hajam ventos contrários significativos.

Os preços do minério de ferro oscilaram em torno de US$ 110 a tonelada nas últimas semanas, à medida que os investidores avaliam os riscos da crise imobiliária do país contra os sinais preliminares de uma demanda mais saudável. O mercado espera que a demanda por aço aumente na temporada mais movimentada para construção em setembro, e uma série de indicadores do setor siderúrgico parecem mais positivos.

Os estoques de vergalhões caíram por seis semanas consecutivas, enquanto os estoques de bobinas laminadas a quente tiveram a maior queda desde março na semana passada, segundo a Steelhome. As margens das usinas também aumentaram acentuadamente, de acordo com a Mysteel, enquanto as importações de minério de ferro chinesas subiram em julho, com alta de 3,1% em relação ao ano anterior e 2,6% em relação a junho.

Os contratos futuros de minério em Singapura chegaram a US$ 113,05 a tonelada na segunda-feira.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.