Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    47.718,21
    -2.945,06 (-5,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Milton Ribeiro anuncia Mauro Rabelo como novo secretário de Educação Básica do MEC

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou na tarde deste domingo que o professor Mauro Rabelo assumirá o cargo de secretário da Educação Básica do Ministério da Educação (MEC).

Rabelo assume o cargo que foi deixado pela servidora de carreira do MEC Izabel Lima Pessoa, de quem ele era secretário adjunto. Pessoa pediu demissão em 29 de março alegando questões familiares. Ela perdeu o marido, vítima de Covid-19, há algumas semanas e por isso decidiu deixar o cargo.

Desde a saída de Pessoa, Rabelo já era o nome mais cotado para o cargo. Ele é professor titular da Universidade de Brasília (UnB), doutor em Matemática, com pós-doutorado na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Já foi secretário de Educação Superior do MEC, diretor de Relações Internacionais da Capes e diretor de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior da (Sesu/MEC).

A Secretaria de Educação Básica formula políticas para a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio. Também planeja, orienta e coordena a implementação dessas políticas por meio da cooperação didático-pedagógica, tecnológica, técnica e financeira.

"As ações desenvolvidas visam à melhoria da qualidade das aprendizagens e da valorização e qualificação dos docentes, com o objetivo de garantir a igualdade de condições para acesso e permanência na educação básica em consonância com o pleno desenvolvimento da pessoa, o exercício da cidadania e a qualificação para o trabalho", diz a página do MEC destinada à secretaria.