Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    54.770,56
    -7.228,51 (-11,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Milionários “imploram” que mais impostos sejam cobrados deles

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Tim Disney, um dos que assinaram a carta aberta dos "Milionários para a Humanidade". (Foto: John Sciulli/Getty Images/UnCommon Productions)
Tim Disney, um dos que assinaram a carta aberta dos "Milionários para a Humanidade". (Foto: John Sciulli/Getty Images/UnCommon Productions)

Um grupo de 83 pessoas com patrimônios milionários assinou uma carta aberta pedindo – ou melhor, quase implorando – para que os governos do mundo todo cobrem delas mais impostos, para que elas possam ajudar com o impacto causado pela crise da pandemia do COVID-19. As informações são do site Business Insider.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O grupo autor da carta se auto-intitula “Milionários para a Humanidade” e conta, entre seus membros, com personalidades como os herdeiros do império Disney, Abigail e Tim Disney, além de Jerry Greenfield, cofundador da marca de sorvetes Ben & Jerry’s, e conhecido pelo seu apoio a causas progressistas.

Leia também

A lógica do grupo é de que, no fim, a responsabilidade de articular a resposta à pandemia do coronavírus pelo mundo será dos governos – no financiamento adequado dos sistemas de saúde, educação, e no apoio aos comércios e negócios atingidos pela crise. Assim, é responsabilidade dos governos, também, segundo o grupo, encontrar os fundos necessários para dar conta de todo esse desafio. É aí que entrariam os milionários.

“Nós temos dinheiro”, diz o grupo na carta. “Muito dinheiro. Então, por favor, nos tributem. Nos tributem. Nos tributem. Esta é a escolha correta. É a única escolha.”

“Nós podemos garantir o financiamento adequado aos sistemas de saúde, educação, e segurança por meio de um aumento permanente na tributação às pessoas mais ricas do planeta, pessoas como nós”, escrevem, pedindo aos governos que as tributem mais, “imediatamente, substancialmente, permanentemente.”

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.