Mercado abrirá em 4 h 59 min

Milhões no Japão ignoram Covid em estreia recorde em cinemas

Gearoid Reidy e Shoko Oda
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Alguns cinemas nos Estados Unidos e na Europa podem estar fechados devido à pandemia, mas as bilheterias no Japão acabam de bater recorde.

Mais de 3,4 milhões de pessoas - ou quase 3% de toda a população do Japão - deixaram o risco de contágio de lado para assistir à estreia no fim de semana de “Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba the Movie: Infinite Train”, um filme de animação baseado em uma série de quadrinhos muito popular.

O filme arrecadou 4,62 bilhões de ienes (US$ 44 milhões) nos três dias, segundo anúncio da distribuidora do filme. O valor ultrapassou as estimativas e foi mais do que o dobro do recorde anterior de “Frozen 2”.

As salas de cinemas ficaram fechadas durante o estado de emergência do país no início deste ano, e o público voltou lentamente. Embora o Japão ainda registre várias centenas de novos casos de coronavírus por dia, o número está muito longe das dezenas de milhares dos Estados Unidos e em muitos países europeus.

Com a história de um garoto que se torna um lutador de demônios no Japão no início de 1900, a revista em quadrinhos vendeu mais de 100 milhões de exemplares durante sua publicação de 2016 a 2020. Uma série de TV de animação estreou em 2019.

As ações da Toho Co., distribuidora do filme e operadora da segunda maior rede de cinemas do Japão, avançaram para o maior nível em um ano na segunda-feira, enquanto os papéis da Edia Co., que fabrica artigos da franquia, subiram 13%.

“20 bilhões de ienes se torna um alvo realista para o ‘Demon Slayer‘” nas bilheterias, disse Shinnosuke Takeuchi, analista da Jefferies Japan, em relatório de 19 de outubro.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.