Mercado abrirá em 8 h 49 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,48
    -0,29 (-0,55%)
     
  • OURO

    1.860,00
    +4,80 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    32.360,69
    -7,59 (-0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    654,92
    -21,97 (-3,25%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.638,85
    -56,22 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    29.635,92
    -523,09 (-1,73%)
     
  • NIKKEI

    28.641,13
    -181,16 (-0,63%)
     
  • NASDAQ

    13.428,50
    -47,00 (-0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7112
    +0,0750 (+1,13%)
     

Miley Cyrus disse que temeu morrer como Amy Winehouse aos 27 anos

Rafael Monteiro
·2 minuto de leitura
LOS ANGELES, CALIFORNIA - FEBRUARY 07: Miley Cyrus attends the Tom Ford AW/20 Fashion Show at Milk Studios on February 07, 2020 in Los Angeles, California. (Photo by David Crotty/Patrick McMullan via Getty Images)
Miley Cyrus (Photo by David Crotty/Patrick McMullan via Getty Images)

Miley Cyrus teve medo de morrer aos 27 anos, assim como outros astros da música, como Amy Winehouse, Kurt Cobain, Janis Joplin e Jimi Hendrix. A revelação foi feita durante entrevista franca a Zane Lowe, comunicador da Apple Music.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"‘Os 27’ para mim foi um ano que tive que me proteger muito. Isso realmente me fez querer continuar sóbria porque nós perdemos tantos ícones aos 27. É um momento muito crucial", disse a cantora, hoje aos 28 anos.

Leia também

"Ou você entra em uma nova fase ou é o seu fim. Sinto que alguns artistas não conseguiam controlar seu próprio poder", continuou a artista, que tem falado abertamente sobre a sua luta contra as drogas e o álcool nos últimos meses.

Na entrevista, Cyrus admitiu que teve uma recaída durante o isolamento social provocado pelo novo coronavírus - o que a fez sentir raiva de si mesmo. "Assim como muita gente, sendo bem sincera, não consegui (manter a sobriedade) na pandemia", falou ela.

"Eu nunca poderia sentar aqui e dizer que 'eu estive sóbria'. Eu não estive e eu tive uma recaída e agora que estou sóbria novamente há duas semanas, sinto que posso aceitar o que aconteceu no passado", refletiu.

A cantora ainda compartilhou um conselho com quem sofre dependência química e afirmou que seguirá lutando para se manter limpa. Miley Cyrus lança seu novo álbum de estúdio, "Plastic Hearts", nesta sexta-feira (27).

"Percebi que agora estou de volta à sobriedade, duas semanas sóbria, e eu sinto que realmente aceitei aquele tempo. Uma das coisas que usei foi: 'Não fique furioso, fique curioso'. Não fique com raiva de si mesmo, mas pergunte-se: 'O que aconteceu?'", finalizou.

Ouça o Pod Assistir, o podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube