Mercado fechado

Reality Pro: grande vazamento detalha software de óculos AR/VR da Apple

A Apple está muito próxima de apresentar o seu primeiro headset de realidade virtual (VR) e aumentada (AR). Com o objetivo de revolucionar a indústria com o lançamento do Reality Pro (possível nome dos óculos), o equipamento já teve detalhes de hardware, faixa de preço e design revelados em outros vazamentos, mas só agora surgem informações mais sólidas a respeito de funções e software.

Segundo informações do Bloomberg, o headset está em desenvolvimento nos últimos sete anos por um grupo composto por mais de mil pessoas. Abaixo você descobre as novidades reveladas pelo vazamento.

Rastreamento de olhos e mãos

Meta já detalhou a complexidade de levar rastreamento de olhos aos seus headsets, sendo este um dos maiores recursos do Reality Pro da Apple (Imagem: Reprodução/Meta)
Meta já detalhou a complexidade de levar rastreamento de olhos aos seus headsets, sendo este um dos maiores recursos do Reality Pro da Apple (Imagem: Reprodução/Meta)

Um dos grandes atrativos do dispositivo será o rastreamento precisos de olhos por câmeras internas e de gestos das mãos por vários sensores externos, permitindo identificar o ambiente e diferenciá-lo do corpo graças ao grau de profundidade.

Combinando tais recursos, usuários controlarão o software navegando com os olhos para selecionar um botão e utilizando as mãos para outras ações. Um dos exemplos dados é o gesto de pinça feito pelos dedos polegar e indicador para clicar no item selecionado.

Assim, o Reality Pro será próximo do Microsoft HoloLens (que acaba de ser cancelado com a demissão de 11 mil funcionários, incluindo todo o time de VR e AR) do que competidores como o Meta Quest Pro e alternativas mais baratas que dependem inteiramente de controles físicos para funcionar.

Digital Crown para alternar entre AR e VR

Reality Pro herdará Digital Crown do Apple Watch e AirPods Max (Imagem: Reprodução/Apple)
Reality Pro herdará Digital Crown do Apple Watch e AirPods Max (Imagem: Reprodução/Apple)

Como esperado, o uso da Digital Crown no Reality Pro funcionará para realizar a alternância entre modos de realidade aumentada e de realidade virtual. A Digital Crown é um botão circular utilizado para navegar pela interface do Apple Watch e para ajustar o volume e modos de cancelamento de ruído do AirPods Max.

No headset da Apple, o botão poderá ser deslizado para um lado para exibir projeção de elementos gráficos por cima do ambiente real (realidade aumentada), e para o outro para exibir o ambiente virtual imersivo (realidade virtual).

Bateria externa conectada por fio

Diferente do que todos esperavam, o Reality Pro pode não chegar como um dispositivo completamente wireless. É dito que o headset usará uma bateria externa conectada por fio com o tamanho de quase dois iPhone 14 Pro Max um em cima do outro, com quase 15 cm de altura e 1,5 cm de espessura.

A bateria terá ventoinha para evitar qualquer possibilidade de superaquecimento e será conectada por um cabo ao headset. Cada carga completa permitirá ao Reality Pro aproximadamente duas horas de uso.

Alguns protótipos do Reality Pro foram desenvolvidos com bateria integrada — o que aumentaria as chances de superaquecimento e seu peso — e conector USB-C.

Tela para Macs em realidade virtual

Não há citações se usuários poderão controlar mais de um equipamento pela tela do Reality Pro (Imagem: Reprodução/Apple)
Não há citações se usuários poderão controlar mais de um equipamento pela tela do Reality Pro (Imagem: Reprodução/Apple)

Ainda é revelado que a Apple deve permitir que usuários possam visualizar a tela de computadores Mac em realidade virtual, controlando o equipamento por teclado, trackpad e mouse físicos.

A empresa está desenvolvendo tecnologia para permitir a escrita no ar, mas por enquanto usuários precisão depender de comandos de voz para ditar frases ou utilizar o iPhone, o iPad ou o Mac para escrever no dispositivo.

Aplicativos, motor gráfico para jogos e experiência de cinema em VR

Aplicativos como Safari, Fotos, Mail, Mensagens, App Store, Apple TV e outros serão instalados de fábrica no Reality Pro em nova edição para a realidade virtual e aumentada.

A Apple está desenvolvendo um motor gráfico proprietário para otimizar gráficos de jogos na realidade virtual.

É dito ainda que a experiência de assistir vídeos será um grande destaque do headset, permitindo que usuários possam aproveitar o ambiente virtual para assistir filmes e séries em ambientes diversos como deserto e espaço. A empresa pode anunciar parcerias com Disney e Dolby para conteúdos exclusivos.

FaceTime com Reality Pro

Apple pode optar por avatares realistas com corpo completo em vez de Memojis cartunescos (Foto: AP/Marcio Jose Sanchez)
Apple pode optar por avatares realistas com corpo completo em vez de Memojis cartunescos (Foto: AP/Marcio Jose Sanchez)

Para chamadas de vídeo na realidade virtual, a Apple pode ir na contramão dos competidores e apostar em uma versão realista do rosto do usuário e corpo com pernas, diferente dos avatares amputados da Meta

Também era esperado que a Apple fosse implementar os avatares virtuais utilizando os populares Memojis, algo que parece que não irá acontecer.

Corpo de alumínio e tela externa

Conceito baseado em esquema vazado imagina possível design do Reality Pro da Apple com corpo de alumínio, vidro no painel frontal e almofadas (Imagem: Reprodução/Ian Zelbo)
Conceito baseado em esquema vazado imagina possível design do Reality Pro da Apple com corpo de alumínio, vidro no painel frontal e almofadas (Imagem: Reprodução/Ian Zelbo)

Ainda é revelado que a Apple trabalha no Reality Pro com corpo feito de alumínio, vidro (provavelmente para proteção externa) e almofadas para contato com o rosto na região dos olhos.

Por fim, a matéria do Bloomberg revela que o equipamento terá tela externa virada para outras pessoas e que poderá mostrar os olhos do usuário (minimamente estranho). O headset ainda contará com alto-falantes nas laterais do corpo e alça para manter o dispositivo fixo na cabeça.

Preço, anúncio e disponibilidade

Evento de anúncio do Reality Pro acontece no primeiro semestre de 2023 (Imagem: Reprodução/Apple)
Evento de anúncio do Reality Pro acontece no primeiro semestre de 2023 (Imagem: Reprodução/Apple)

O Apple Reality Pro tem previsão de lançamento durante o primeiro semestre deste ano, mas ainda é incerto se a empresa apresentará o equipamento durante seu evento anual entre março e abril ou deixará para anunciá-lo durante a WWDC 2023 que tem previsão para acontecer em junho.

O Reality Pro pode custar aproximadamente US$ 3 mil, pouco mais de R$ 15 mil em conversão. O valor oficial ainda é desconhecido.

Ainda mais detalhes dos óculos de realidade aumentada e virtual da Apple devem surgir nos próximos meses conforme nos aproximamos de seu anúncio oficial.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: