Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.751,40
    -5,30 (-0,30%)
     
  • BTC-USD

    47.452,02
    -784,17 (-1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,61%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.326,00
    -183,50 (-1,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Microsoft Teams permitirá excluir mensagens consideradas inapropriadas; entenda

·1 minuto de leitura

O Microsoft Teams, popular mensageiro da criadora do Windows, em breve permitirá que os supervisores de um bate-papo apaguem mensagens com conteúdo considerado inadequado. A informação foi vista no road map do programa e encontrada pelo site Digital Trends. Atualmente a ferramenta está em desenvolvimento e deve sair até o final deste mês.

Segundo a Microsoft, o recurso foi desenhado pensando no Teams for Education, versão da plataforma voltada ao ensino remoto. Ou seja, se os alunos de uma sala de aula começarem a xingar uns aos outros ou fugir do assunto principal do encontro, o moderador do bate-papo poderá bloqueá-los.

A Microsoft diz que o novo recurso deverá constar nas versões para navegadores web e para desktop em todo o mundo. Por isso, é possível que administradores de outros formatos do Teams além do Education consigam ver e usar a novidade também.

Imagem: Reprodução/Microsoft
Imagem: Reprodução/Microsoft

É curioso que a ferramenta esteja surgindo no Teams só agora. O Google Meet tem algo parecido: na opção de legendas em tempo real, ele também traz um filtro antipalavrões, mas só para o idioma inglês. Em outro programa de comunicação corporativa, o Slack, proprietários e administradores de canais podem excluir mensagens em canais públicos, privados e mensagens diretas nos grupos em que participam.

A moderação de conteúdo se torna mais importante à medida que mais pessoas aderem ao ensino e trabalho remotos. A Microsoft informou em julho que o Teams chegou a 250 milhões de usuários únicos e ativos por mês. Em abril, eram "apenas" 145 milhões por dia. O concorrente Slack está bem atrás, com 10 milhões de usuários por dia. A Microsoft também diz que existem mais de 3.000 organizações com mais de 10.000 usuários no Teams.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos