Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.454,05
    +197,88 (+1,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5595
    +0,0539 (+0,98%)
     

Microsoft Teams permitirá colaboração em tempo real

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Microsoft Teams acaba de trazer o recurso Live Share, que permitirá aos membros de uma video conferência criar e participar de um projeto em conjunto. Com a popularização do trabalho remoto durante a pandemia, a novidade contribuirá com reuniões mais interativas e colaboração em tempo real.

O novo recurso estará disponível em breve por meio de aplicativos que se integram ao Microsoft Teams. Segundo a Microsoft alguns parceiros já testam a ferramenta, alguns deles são as empresas Frame.io, Hexagon, Skillsoft, MakeCode, Accenture, Parabol e Breakthru.

A Hexagon, por exemplo, já desenvolveu um protótipo de aplicativo baseado no Live Share que permite a equipes de engenharia ampliar, anotar e editar modelos 3D em tempo real durante uma sessão no Teams.

O Live Share é uma extensão do compartilhamento de tela e os desenvolvedores poderão integrá-lo em seus aplicativos por meio de extensões no SDK do Teams e do Fluid Framework.

Com o Live Share, será possível trabalhar em um projeto colaborativo em tempo real (Imagem: Reprodução/Microsoft Teams)
Com o Live Share, será possível trabalhar em um projeto colaborativo em tempo real (Imagem: Reprodução/Microsoft Teams)

O Fluid Framework foi projetado para permitir que os desenvolvedores criem serviços e aplicativos mais compartilháveis e interativos na Web, e a Microsoft tem usado a ferramenta como parte de sua integração de componentes Loop no Teams e no Outlook.

Recursos para facilitar o trabalho remoto

Segundo a Microsoft, o Live Share não deve significar nenhum custo adicional para os desenvolvedores. Recentemente, o Google também apresentou um recurso semelhante em sua conferência I/O, para desenvolvedores — o SDK do Google Meet Live Sharing, que está disponível para devs em versão preview.

Outra novidade trazida pelo Microsoft Teams recentemente foi a integração do quadro branco ao app, que oferece uma experiência de usuário bastante semelhante à do Live Share. O recurso serve como um quadro branco virtual para que os participantes de uma reunião possam fazer anotações, marcar termos-chave e compartilhar ideias com a equipe.

A Microsoft tem investido bastante no campo do trabalho híbrido, com a atualização dos seus sistemas operacionais e suítes de produtividade com foco particular no compartilhamento de documentos e na colaboração com equipes localizadas em diferentes locais físicos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos