Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.771,56
    +2.392,64 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.855,21
    +588,01 (+1,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,85
    +1,79 (+4,16%)
     
  • OURO

    1.803,10
    -34,70 (-1,89%)
     
  • BTC-USD

    18.960,20
    +508,24 (+2,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    377,07
    +7,31 (+1,98%)
     
  • S&P500

    3.632,49
    +54,90 (+1,53%)
     
  • DOW JONES

    30.018,35
    +427,08 (+1,44%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.081,75
    +176,50 (+1,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3902
    -0,0501 (-0,78%)
     

Microsoft Teams ganha chamadas em vídeo gratuitas de até 24 horas

Ramon de Souza
·1 minuto de leitura

A guerra das plataformas de comunicação e videoconferência é ferrenha. No começo da pandemia, com a aplicação de políticas de isolamento social, o Zoom virou a ferramenta de escolha dentro de ambientes corporativos — não demorou muito, porém, para que o Google resolvesse aplicar algumas melhorias no Meet e transformá-lo em um competidor à altura (focando não apenas no público profissional, mas também no usuário comum).

Mas há um terceiro concorrente na jogada: o Microsoft Teams, que, embora tenha nascido para brigar com o Slack (ou seja, com foco em bate-papos em texto), também passou a receber algumas funcionalidades para enriquecer suas chamadas de vídeo. Uma delas é o modo Juntos (ou Together Mode, em inglês), que coloca a câmera de até 50 participantes simultâneos em um formato de auditório para aumentar a sensação de interatividade.

Agora, a companhia acaba de anunciar que as chamadas de vídeo do Teams terão o maior limite de tempo da categoria: será possível conversar com seus amigos e familiares sem parar durante 24 horas, sem pagar nada por isso. Vale lembrar que o Zoom tem um limite de 40 minutos para chamadas gratuitas, enquanto o Google Meet oferece 60 minutos para usuários finais. O Cisco Webex fica no meio-termo, com 50 minutos.

É bem provável que, para tal iniciativa, a Microsoft tenha levado em conta a proximidade de datas comemorativas como Ação de Graças, Natal e Ano Novo. Estamos falando de um período historicamente marcado pela união de familiares, mas que, por conta da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), terá de ser remontado com reuniões exclusivamente digitais visando a segurança de todos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: