Mercado fechará em 2 h 26 min
  • BOVESPA

    103.707,04
    +2.932,47 (+2,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.575,53
    +568,37 (+1,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,65
    +1,08 (+1,65%)
     
  • OURO

    1.767,90
    -16,40 (-0,92%)
     
  • BTC-USD

    56.204,18
    -2.527,05 (-4,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.433,93
    -4,95 (-0,34%)
     
  • S&P500

    4.552,25
    +39,21 (+0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.465,51
    +443,47 (+1,30%)
     
  • FTSE

    7.140,65
    -28,03 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.950,25
    +80,50 (+0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3698
    -0,0770 (-1,19%)
     

Microsoft Surface Duo 2 quase quebra ao meio em teste de durabilidade

·3 min de leitura

Lançado em setembro deste ano, o Microsoft Surface Duo 2 é a nova geração da linha que pensa o smartphone dobrável de uma maneira diferente. Em vez de telas flexíveis e potencialmente sensíveis, a solução da marca americana utiliza duas telas de vidro separadas, que forçam o usuário a conviver com um espaço entre os dois displays, que por outro lado são mais resistentes. Mesmo assim, o celular passou por apuros no tradicional teste de durabilidade de Zack Nelson, do canal JerryRigEverything no YouTube.

Sensor de impressões digitais tem superfície em plástico, mais suscetível a danos (Imagem: YouTube/JerryRigEverything)
Sensor de impressões digitais tem superfície em plástico, mais suscetível a danos (Imagem: YouTube/JerryRigEverything)

A primeira avaliação feita pelo YouTuber é relacionada com a resistência da tela contra riscos e outros danos similares, e é nesse aspecto que o Surface Duo 2 apresenta sua grande vantagem em relação a modelos como o Galaxy Z Fold 3 ou Galaxy Z Flip 3 da Samsung. Enquanto os dobráveis com tela coberta por plástico começam a ser afetados quando expostos a materiais em um nível dois ou três na escala de dureza — que vai até nove —, o aparelho da Microsoft mostra os primeiros riscos somente no nível seis, ou seja, desempenho semelhante aos celulares tradicionais que não dobram.

As laterais do Surface Duo 2 são feitas em plástico, assim como a superfície do sensor de impressões digitais. Portanto, o componente é mais suscetível a danos que possam inviabilizar o desbloqueio por biometria, em comparação com peças que são compostas por materiais metálicos, por exemplo. Uma curiosidade é que o Surface Duo 2 apresenta certificação IPX1, que garante uma resistência apenas contra gotas isoladas que caem a um ângulo vertical em relação ao aparelho — ou seja, é o mais próximo possível de não ter proteção alguma contra água.

Aparelho foi bem em avaliação de resistência contra calor (Imagem: YouTube/JerryRigEverything)
Aparelho foi bem em avaliação de resistência contra calor (Imagem: YouTube/JerryRigEverything)

O teste de resistência contra calor também traz resultados satisfatórios, já que o display aguentou por mais de 35 segundos de aplicação direta de fogo, com apenas alguns danos menores — essa avaliação não representa uma situação recorrente do dia a dia de um usuário, mas mesmo assim traz bons indícios em relação à durabilidade dos componentes nesse aspecto.

A última bateria de testes realizada por Zack Nelson avalia a resistência do aparelho durante um período de estresse, em que o YouTuber faz uma pressão na parte central da construção e verifica se o celular quebra ao meio. Por ter uma espessura bastante baixa, o Surface Duo 2 apresentou grandes curvaturas que ficaram permanentemente no dispositivo. Portanto, qualquer momento de distração — como por exemplo sentar sem querer em cima do aparelho — pode representar grandes dores de cabeça para o usuário.

Curvatura que teste de estresse causou é preocupante (Imagem: YouTube/JerryRigEverything)
Curvatura que teste de estresse causou é preocupante (Imagem: YouTube/JerryRigEverything)

O Surface Duo 2, assim como outros produtos da linha Surface, não é vendido oficialmente pela Microsoft no Brasil. Seu preço no mercado americano parte de US$ 1.499, algo em torno de R$ 8.379 em conversão direta desconsiderando os impostos nacionais.

O vídeo completo pode ser conferido abaixo:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos