Mercado fechará em 4 h 26 min
  • BOVESPA

    110.219,19
    +78,55 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,11
    +0,23 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.894,50
    -36,30 (-1,88%)
     
  • BTC-USD

    23.341,77
    -564,24 (-2,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,06
    -3,80 (-0,71%)
     
  • S&P500

    4.137,87
    -41,89 (-1,00%)
     
  • DOW JONES

    33.930,06
    -123,88 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.857,61
    +37,45 (+0,48%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.579,00
    -267,75 (-2,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5407
    +0,0510 (+0,93%)
     

Microsoft quer integrar inteligência artificial ao Word e PowerPoint

Microsoft está usando a tecnologia GPT para melhorar seus PowerApps, destinado para negócios
Microsoft está usando a tecnologia GPT para melhorar seus PowerApps, destinado para negócios
  • Microsoft tem licença exclusiva para utilizar os modelos de IA GPT, da OpenAI;

  • IA poderia resumir uma reunião do Teams e criar uma apresentação de PowerPoint com as informações;

  • Empresa está usando o novo ChatGPT para melhorar previsões do Word, Outlook e a pesquisa do Bing.

A Microsoft está buscando formas de integrar a tecnologia de inteligência artificial (IA) da OpenAi em seus programas, como o Word, PowerPoint e Outlook. Rumores afirmam que a empresa fundada por Bill Gates já conseguiu incorporar uma versão do modelo GPT de geração de texto no Word como um recurso de preenchimento automático.

A mais nova tecnologia de IA da OpenAi, o ChatGPT (Transformador Generativo Pré-treinado) revolucionou o mundo da inteligência artificial ao ser lançado no final do ano passado. Baseado na versão GPT-3, a ferramenta é capaz de responder perguntas, manter um diálogo e escrever código de programação, tudo em um discurso semelhante ao humano.

A Microsoft, que já havia adquirido a licença para utilização do GPT-3, está encontrando cada vez mais formas de inserir a inteligência artificial a seus produtos, como por exemplo, ao melhorar os resultados de pesquisa do Outlook, de forma que os usuários encontrem o que precisam sem precisar pesquisar usando palavras chave em e-mails.

Com o ChatGPT, a empresa pode não só recomendar alterações na escrita dos usuários do Word, como também criar uma ferramenta de escrita de e-mails inteiros com base em poucas informações. Por exemplo, o usuário pode pedir "escreva um e-mail para minha equipe explicando que estou doente" que a IA faria o restante.

O maior uso do ChatGPT pela Microsoft, no entanto, pode se dar com sua integração ao Bing, buscador da empresa. Boatos apontam que o novo recurso pode estar disponível já em março, tornando a ferramenta mais competitiva com o Google. A empresa também estaria com planos para adicionar um modelo de conversão de texto em imagem baseado no DALL-E 2, também da OpenAI.

“A IA vai reinventar como você faz tudo no Windows”, disse Panos Panay, chefe do Windows e Surface da Microsoft, no palco da CES na semana passada. A Microsoft poderá, por exemplo, usar esses programas para coletar e resumir informações discutidas em uma reunião do Teams, e em seguida, criar uma apresentação do PowerPoint com base nas imagens geradas pelo Dall-E.

Antes de tudo, no entanto, há muitos desafios antes de se aplicar essas tecnologias nos programas da Microsoft, ainda mais nos chamados "PowerApps", os aplicativos de negócios da Microsoft. O ChatGPT ainda tem a tendência de apresentar informações incorretas como fato e há preocupações quanto à privacidade das informações usadas para treinar modelos de IA. Contudo, fontes internas apontam que os desenvolvedores da Microsoft têm obtido sucesso treinando esses modelos de inteligência artificial em dados privados.