Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,75
    +0,09 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.785,20
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    32.671,96
    -2.711,21 (-7,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    785,35
    -64,99 (-7,64%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.484,64
    -4,36 (-0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.639,36
    +628,43 (+2,24%)
     
  • NASDAQ

    14.142,75
    +12,75 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    +0,0001 (+0,00%)
     

Microsoft Edge testa recurso para gerar links direto para o texto selecionado

·1 minuto de leitura

O navegador Edge recebeu recentemente uma nova opção secreta com um recurso bem útil. Na versão de testes Canary, o programa da Microsoft permite ativar um sistema para geração de links personalizados, que abre a página direto no ponto desejado.

O Google Chrome — com o qual o Edge compartilha o código-fonte — já oferece o recurso em sua própria versão Canary. E no Edge, tanto o funcionamento do sistema quanto o método para ativá-lo são semelhantes.

Ao ativar a ferramenta, basta selecionar qualquer trecho de texto (até mesmo um único caractere), clicar com o botão direito e escolher a opção “Copiar link para este texto”.

Acessando o atalho gerado em um dos navegadores compatíveis, a página é aberta direto no ponto marcado, com destaque para o trecho selecionado pelo remetente.

Links são abertos com o trecho destacado (Imagem: Rubens Eishima/Canaltech)
Links são abertos com o trecho destacado (Imagem: Rubens Eishima/Canaltech)

Para testar o recurso no Microsoft Edge, é preciso baixar a versão Canary, disponível para Windows 7/8/10 e macOS neste endereço. A ferramenta é ativada na tela de opções experimentais do navegador — edge://flags — e está identificada com o nome de “Copy Link To Text”.

A novidade da Microsoft aproveita o compartilhamento do código-fonte com o aplicativo do Google, um dos argumentos usados pela criadora do Windows para deixar o antigo Edge de lado. Nos últimos meses, o novo navegador se consolidou como o segundo mais utilizado entre os computadores, deixando o Firefox na terceira colocação.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos