Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.870,01
    +368,09 (+1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Microsoft Edge supera Safari e se torna o segundo navegador mais usado

Dados consideram apenas o uso dos browsers em desktops
Dados consideram apenas o uso dos browsers em desktops
  • Google Chrome segue em primeiro lugar isolado, com 66,58% do mercado;

  • No caso dos celulares, o Safari segue no segundo lugar;

  • Os dados são da empresa de estatística StatCounter.

O navegador Microsoft Edge atingiu 10,07% dos usuários de computadores em abril de 2022. Com os novos números, o Edge superou a solução da Apple, o Safari, que conta com 9,62% do mercado. O Google Chrome segue em primeiro lugar isolado, com 66,58%.

Os dados da empresa de estatística StatCounter consideram apenas o uso dos browsers em desktops. No caso de dispositivos móveis, a situação melhora bastante para o Safari. Apesar de o Chrome continuar em primeiro lugar, com 62,87%, o aplicativo da Apple está consolidado em segundo lugar, com 25,35%.

O terceiro lugar fica com o Samsung Internet, com apenas 4,9%. Como a Microsoft não tem mais sistema mobile, o seu navegador sequer está entre os cinco mais utilizados no mercado móvel.

No geral, é possível observar que nas estatísticas de ambas as plataformas, o Chrome continua em primeiro lugar, com 64,36%. Em segundo está o Safari, com 19,13%, seguido pelo Edge, com 4,07%.

Fim de uma era

Presente na vida dos internautas há mais de 25 anos, o Internet Explorer só vai estar no Windows 10 até junho deste ano. Após essa data, os usuários deverão migrar para outros browser existentes.

Esse fator deve ajudar o Edge a alavancar sua posição no ranking, já que espera-se que os usuários que ainda usam o Internet Explorer migrem para a nova solução da Microsoft.

Desde o dia 17 de agosto de 2021 que a Microsoft já não oferece mais suporte ao navegador. Entre 2002 e 2003, o IE foi o browser mais popular do mundo, chegando a estar instalado em mais de 90% dos PCs.

Soluções como o Mozilla Firefox e o Google Chrome o fizeram perder espaço, levando a Microsoft a substituí-lo pelo Edge em 2015.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos