Mercado abrirá em 7 h 20 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,41
    +0,84 (+1,28%)
     
  • OURO

    1.778,10
    -6,20 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    56.650,14
    -583,43 (-1,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.437,14
    -31,94 (-2,17%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.168,68
    +109,23 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    23.714,00
    +55,08 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    27.875,70
    -59,92 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.941,00
    +71,25 (+0,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4517
    +0,0049 (+0,08%)
     

Microsoft Edge amplia vantagem sobre o Firefox e se consolida no pódio

·2 min de leitura

O Microsoft Edge se distancia um pouquinho mais do seu principal concorrente no momento, o Firefox, segundo os registros mais recentes do site StatCounter. O navegador nativo do Windows segue mais um mês com singelo crescimento como terceiro colocado na disputa entre navegadores, tornando a tarefa de superá-lo ainda mais complicada para o programa da Mozilla.

Enquanto o Google Chrome segue inabalável no topo do gráfico, seguido pelo Safari, da Apple, Edge e Firefox digladiam pela terceira posição há meses. Ambos os navegadores alternam no pódio em uma disputa baseada nos décimos (ou centésimos) de pontos percentuais de fatias de mercado.

A diferença entre os navegadores ainda está nas casas decimais, mas está cada vez maior (Imagem: Reprodução/StatCounter)
A diferença entre os navegadores ainda está nas casas decimais, mas está cada vez maior (Imagem: Reprodução/StatCounter)

Contudo, o Microsoft Edge parece ter dado uma arrancada significativa nessa corrida no último mês. De setembro para outubro, o navegador subiu seu domínio de mercado de 3,77% para 3,99%, enquanto o Firefox não registrou crescimento (nem diminuição) significativa em popularidade — em setembro, o Navegador da Raposa controlava 3,67% do segmento; em outubro, o valor caiu para 3,66%.

É bem complicado mensurar o que ocasionou essa subida mais significativa do Edge sobre o Firefox, mas dá para dar alguns palpites: a presença nativa do navegador no Windows 11 certamente teve uma forte influência sobre os números em outubro, mês em que o sistema operacional foi lançado para o público geral.

Em termos de funcionalidades inéditas, nenhum dos dois navegadores implementou algo tão relevante para justificar o distanciamento — e talvez isso justifique a estabilidade do domínio do Firefox. Embora a diferença seja bem pequena entre os dois, a vantagem obtida pelo app da Microsoft levaria alguns meses para ser superada pela Mozilla se seguir o ritmo tradicional.

Mercado de navegadores mobile é mais estável

Na visão geral, a disputa entre o Firefox e o Edge é intensa, mas no mercado mobile ambos não têm presença significativa. Nesse contexto, o Chrome ainda reina ao lado do Safari, mas o terceiro colocado é, de forma constante nos últimos 12 meses, o Samsung Internet, navegador nativo dos smartphones da fabricante sul-coreana.

Mercado mobile é mais estável e o Samsung Internet é um competidor forte (Imagem: Reprodução/StatCounter)
Mercado mobile é mais estável e o Samsung Internet é um competidor forte (Imagem: Reprodução/StatCounter)

Vale lembrar que recentemente o app da Samsung começou a testar recursos importantíssimos para manter a relevância entre os concorrentes maiores, como o agrupamento de guias e a navegação exclusivamente com protocolo HTTPS. De certa forma, as adições devem ajudar a preservar a relevância do navegador no segmento por mais algum tempo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos