Mercado abrirá em 50 mins
  • BOVESPA

    116.230,12
    +95,66 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.046,58
    +616,83 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,54
    +0,02 (+0,02%)
     
  • OURO

    1.715,10
    -15,40 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    20.038,34
    +94,81 (+0,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    453,71
    +8,27 (+1,86%)
     
  • S&P500

    3.790,93
    +112,50 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    30.316,32
    +825,43 (+2,80%)
     
  • FTSE

    7.020,04
    -66,42 (-0,94%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.542,25
    -98,50 (-0,85%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1596
    -0,0083 (-0,16%)
     

Microsoft Edge 104 traz ferramenta que agiliza migração do Chrome

A versão 104 do Microsoft Edge enfim foi lançada para o público geral nesta segunda (8). Embarcada com importantes mudanças em usabilidade e segurança, a mais recente atualização torna mais simples a importação de dados do rival Chrome e eleva o nível mínimo de proteção da navegação web.

Uma das principais dificuldades ao se trocar de navegador é a migração de dados entre um programa e outro. O Chrome e o Edge são construídos sobre o mesmo motor e, provavelmente graças a essa semelhança, a Microsoft implementou um mecanismo de sincronização mais eficiente para usuários de primeira viagem.

A primeira vez no Edge foi facilitada com a importação de dados do Chrome (Imagem: Divulgação/Microsoft)
A primeira vez no Edge foi facilitada com a importação de dados do Chrome (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Ao fazer login com a conta Google no navegador da MS, o programa permitirá importar informações do navegador vizinho salvas na nuvem. Uma vez que a transferência acontece com dados salvos pela internet, o Chrome não precisa estar instalado no computador, poupando o usuário de alguns passos extras e facilitando a adoção do Edge como app principal.

Novo nível de segurança

Em segurança, a mudança mais importante está no modo Básico em "Prevenção de rastreamento". Essa opção introduz mecanismos de proteção contra sites pouco acessados pelo usuário, como a desativação de compilações just-in-time para páginas não identificadas como “seguras”, sem que isso interfira no funcionamento de endereços frequentemente visitados.

A seção "Prevenção de rastreamento" tem um novo nível disponível (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)
A seção "Prevenção de rastreamento" tem um novo nível disponível (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Essa camada não é ativada por padrão, mas ao ativar o modo de segurança nas configurações iniciais do navegador, é a opção “Básica” a escolhida. A mudança não deve introduzir mudanças importantes em usabilidade no navegador, mas tem potencial de tornar a navegação mais segura.

Atualização gradativa

O update da vez, como de praxe, é liberado gradativamente entre usuários do Microsoft Edge. Vale ficar de olho em atualizações na seção Ajuda e Comentários > Sobre o Microsoft Edge no menu do canto superior direito.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: