Mercado fechará em 4 h 40 min
  • BOVESPA

    112.866,28
    +1.682,33 (+1,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.379,71
    +2,24 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,14
    +0,86 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.711,10
    -4,70 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    49.177,46
    -1.871,67 (-3,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    986,54
    -0,67 (-0,07%)
     
  • S&P500

    3.791,17
    -28,55 (-0,75%)
     
  • DOW JONES

    31.163,55
    -106,54 (-0,34%)
     
  • FTSE

    6.624,13
    -51,34 (-0,77%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.544,50
    -137,25 (-1,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7708
    -0,0079 (-0,12%)
     

Microsoft Authenticator agora pode importar senhas de navegadores e outros apps

Redação
·2 minuto de leitura

O Microsoft Authenticator deu os primeiros passos para uma expansão e agora é capaz de importar cadastros e senhas de navegadores e apps. O autenticador da gigante de Redmond, que já era capaz de gerenciar senhas, se tornando independente do ecossistema da companhia e compatível com arquivos .CSV, formato de exportação de dados do Google Chrome, Firefox, Lastpass, Bitwarden e outros apps.

Integrantes do programa Beta do Microsoft Authenticator perceberam que navegadores já permitem a exportação de “contas salvas” direto para o autenticador. A versão 6.21 do app introduziu a expansão da ferramenta, que agora pode receber senhas cadastradas de outras plataformas ou a partir de arquivos no formato "CSV".

A expansão da ferramenta a coloca como um produto independente, atuando tanto dentro ou fora do portfólio da companhia. Além disso, seus recursos o configuram como um app versátil para proteção pessoal, incluindo mecanismos para autenticação de dois fatores, backup de dados em nuvem, trava de segurança de aplicativos e captura de telas limitadas.

(Imagem: Divulgação/Microsoft)
(Imagem: Divulgação/Microsoft)

Na prática, o Microsoft Authenticator é um “canivete suíço” para gerenciamento de contas. Logicamente, sua atuação em produtos e serviços da empresa, como OneDrive e Microsoft 365, é mais ampla. Contudo, a importação de senhas, integração com softwares para desktop — que funciona com Google Chrome e Edge — o tornam ainda mais poderoso, permitindo que ele seja uma ferramenta utilizada no dia a dia de usuários que alternam entre ecossistemas de companhias.

Além disso, o aprimoramento do autenticador confronta diretamente a importância do Google Authenticator, outra ferramenta semelhante, mas capaz exclusivamente de gerar códigos de verificação rotativos.

Como fazer a transferência de senhas?

Levar as senhas do Google Chrome para o Microsoft Authenticator não é um processo difícil, mas os estágios variam de acordo com o app utilizado. Pelo navegador, entre em “Configurações”, “Senhas” e clique no botão de três pontos do canto superior direito, que invocará a opção “Exportar senhas”.

De lá, o Chrome solicitará que você insira novamente suas credenciais de acesso ao celular — algo que pode ser fornecido através da biometria —, e informará que os dados exportados serão enviados em formato de texto. Disso, é só dar sequência ao processo e selecionar o Microsoft Authenticator como destino.

Se ele não aparecer como opção, sua versão ainda não é compatível com a ferramenta. Vale lembrar que é necessário ser participante do programa Beta do autenticador e estar com a atualização mais recente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: