Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.524,87
    -266,60 (-0,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Microsoft anuncia bônus para recompensar esforços dos funcionários durante a pandemia

·2 minuto de leitura
Microsoft anuncia bônus para recompensar esforços dos funcionários durante a pandemia
Microsoft anuncia bônus para recompensar esforços dos funcionários durante a pandemia

Os funcionários da Microsoft têm um novo motivo para comemorar. Isso porque a big tech anunciou um bônus de US$ 1.500 (aproximadamente R$ 7,8 mil, em conversão direta) para recompensar os esforços de seus colaboradores durante a pandemia de coronavírus.

De acordo com memorando interno obtido pelo The Verge, a gigante de tecnologia afirma que a bonificação “é um reconhecimento do ano fiscal único e desafiador que a Microsoft acabou de concluir”.

Desde o início da pandemia, em meados de março do ano passado, estima-se que a Microsoft tenha gerado pelo menos US$ 160 bilhões em receita, muito em função do aumento dos seus serviços em nuvem, do crescimento nas vendas de notebooks e usos do Windows, e do forte crescimento do Xbox.

Aliado a esses fatores, os esforços dos colaboradores da big tech foram essenciais para que a companhia atingisse um valor de mercado de US$ 2 trilhões no final de junho, tornando-se uma das poucas empresas a integrar o “clube dos dois trilhões”.

Fachada de uma unidade da Microsoft
Esforços dos trabalhadores durante a pandemia foram importantes para a Microsoft apresentar bons resultados nos últimos trimestres. Foto: StockStudio Aerials/Shutterstock

Leia mais:

Segundo o portal americano, o bônus foi anunciado na última quinta-feira (8) pela diretora de recursos humanos da Microsoft, Kathleen Hogan, e será destinado para todos os funcionários da companhia, abaixo do nível de vice-presidente corporativo, que começaram antes ou a partir do dia 31 de março de 2021 — incluindo trabalhadores de meio período ou que são pagos por hora.

Como a Microsoft possui cerca de 175,5 mil funcionários, a estimativa é que sejam gastos aproximadamente US$ 2 milhões para recompensar os esforços dos trabalhadores. Funcionários do LinkedIn, GitHub e ZeniMax, no entanto, não serão elegíveis, apesar de as empresas serem controladas pela big tech.

A medida acompanha as ações feitas por outras gigantes no ano passado. O Facebook, por exemplo, presenteou seus 45 mil funcionários com bonificações de US$ 1 mil (R$ 5,2 mil) cada.

A Amazon anunciou um bônus de férias de US$ 300 (R$ 1,5 mil) para os trabalhadores de linha de frente, enquanto a BT presenteou seus 60 mil colaboradores com US$ 2 mil (R$ 10,5 mil) cada.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos