Mercado abrirá em 7 h 29 min

Microsoft afirma ter encontrado software malicioso em seus sistemas

Joseph Menn
·1 minuto de leitura

Por Joseph Menn

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Microsoft disse na quinta-feira que encontrou em seus sistemas um software malicioso relacionado a uma campanha de ataques hackers anunciada por autoridades dos EUA nesta semana, se tornando mais um alvo na crescente lista de agências governamentais e empresas atacadas.

A empresa é usuária do Orion, o software de gerenciamento de rede da SolarWinds que foi usado nos ataques.

A Microsoft também viu seus próprios produtos serem usados para atacar vítimas, disseram pessoas com conhecimento do assunto. A Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos emitiu um raro "aviso de cibersegurança" na quinta-feira, detalhando como certos serviços de nuvem do Microsoft Azure podem ter sido comprometidos por hackers e instruindo usuários a bloquearem seus sistemas.

"Como outros clientes da SolarWinds, estamos ativamente procurando por indicadores dessa invasão e podemos confirmar que detectamos códigos maliciosos da Solar Winds em nosso ambiente, que isolamos e removemos", disse um porta-voz da Microsoft, acrescentando que a empresa não havia encontrado "indicações de que nossos sistemas foram usados para atacar outras pessoas."

Uma das pessoas familiarizadas com os ataques disse que os hackers usaram os produtos de nuvem da Microsoft enquanto evitavam a infraestrutura corporativa da empresa.

A Microsoft não respondeu imediatamente às perguntas sobre a técnica utilizada nos ataques.

Tanto a Microsoft quanto o DHS, que na quinta-feira disseram que os hackers usavam vários métodos nos ataques, continuam investigando.