Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,25
    +1,02 (+1,41%)
     
  • OURO

    1.743,10
    -35,70 (-2,01%)
     
  • BTC-USD

    44.629,40
    +1.115,51 (+2,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.118,16
    +9,24 (+0,83%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.305,75
    +142,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2246
    +0,0158 (+0,25%)
     

Microsoft 365 para empresas ficará até 25% mais caro; veja os novos preços

·2 minuto de leitura

A Microsoft anunciou nos últimos dias o aumento de preços de assinaturas empresariais de seu pacote de softwares de produtividade, o Microsoft 365. O aumento reflete o “aumento do valor” que a companhia entregou aos clientes nos últimos dez anos e contempla também novidades para chamadas em voz apresentadas no mesmo dia.

Este é o primeiro acréscimo no valor de assinaturas do Microsoft 365 (antes conhecido como Office 365) em uma década e o preço por usuário chegará a ser 25% maior em alguns casos. O reajuste afetará somente planos destinados a empresas e não há previsão para atualizações semelhantes em versões educacionais ou destinadas ao usuário doméstico.

Confira os novos preços do Microsoft 365 para empresas em custo por usuário:

  • Microsoft 365 Business Basic vai de US$ 5 (cerca de R$ 27) para US$ 6 (R$ 32) — 20% de aumento;

  • Microsoft 365 Business Premium vai de US$ 20 (R$ 107) para US$ 22 (R$ 118) — 10% de aumento;

  • Office 365 E1 vai de US$ 8 (R$ 43) para US$ 10 (R$ 53) — 25% de aumento;

  • Office 365 E3 vai de US$ 20 (R$ 107) para US$ 23 (R$ 123) — 15% de aumento;

  • Office 365 E5 vai de US$ 35 (R$ 188) para US$ 38 (R$ 204) — 8,5% de aumento;

  • Microsoft 365 E3 vai de US$ 32 (R$ 172) para US$ 36 (R$ 193) — 12,5% de aumento;

Os novos preços de assinaturas começarão a valer em 1° de março de 2022 e serão aplicadas em todo o mundo “com ajustes no mercado local para determinadas regiões”, explica a MS.

Vale lembrar que, em 2021, as assinaturas pessoais do Microsoft 365 também passaram por reajustes no Brasil. Na época, as maiores adições ficaram para o pacote Microsoft 365 Personal e Family (nas alternativas mensais), que foram de R$ 28 para R$ 36 e R$ 35 para R$ 45, respectivamente, num aumento de 28,6%.

Conferências de áudio ainda melhores

Na mesma publicação, a Microsoft divulgou um novo recurso de conferências de áudio que chegará ao Teams em breve: as discagens ilimitadas para suítes corporativas. A ferramenta permite que usuários em condições de conexão lenta ou instável consigam participar de reuniões na plataforma a partir de qualquer dispositivo e de qualquer lugar.

“Mesmo com o aumento da conectividade em nuvem, sabemos que as pessoas participam de reuniões no Teams enquanto estão em movimento ou com uma fraca conexão de internet”, explica a companhia. “Com o recurso atualmente presente no Microsoft 365 e no Office 365 E5, passamos a ver a discagem como parte importante na experiência completa do Teams”, completa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos