Mercado abrirá em 7 h 36 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,39
    +0,09 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.751,20
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    44.019,06
    +66,84 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.098,84
    -10,09 (-0,91%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.482,52
    -28,46 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    30.232,90
    +593,50 (+2,00%)
     
  • NASDAQ

    15.275,75
    -27,75 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2239
    -0,0011 (-0,02%)
     

Microsoft 365 agora vem com relatórios de dados anonimizados desde o início

·1 minuto de leitura

A Microsoft mudou os detalhes das estatísticas de uso do Microsoft 365, agora exibindo as informações pertinentes a usuários de forma anônima desde o início, por padrão.

As atividades reportadas pelas estatísticas englobam todos os aplicativos presentes sobre o guarda-chuva corporativo Microsoft 365/Office 365, como o navegador Edge, o Outlook, o SharePoint e o Teams. Segundo comunicado oficial da empresa, as informações pertinentes a usuários individuais terão suas informações exibidas de forma anônima, para ajudar companhias que fazem uso dos softwares da Microsoft a estarem de acordo com as leis de privacidade dos diversos locais onde eles são usados.

A mudança nos dados de uso já entrou em vigor, com a mudança sendo implementada no dia primeiro de setembro. Os dados afetados são normalmente disponibilizados tanto para equipes de Tecnologia da Informação quanto para administradores em diversas ferramentas de análise, como no Microsoft Graph, Microsoft Teams e SharePoint. Porém, embora por padrão os dados estejam configurados para não expor usuários, administradores globais terão a opção de continuar usando os dados com informações que permitem identificação.

As estatísticas de uso do Microsoft 365 vêm sendo alvo de críticas já há algum tempo. Ano passado, a função “Productivity Score”, disponível para administradores de rede com a suíte de aplicativos da empresa, foi bastante criticada por permitir que gerentes pudessem monitorar como os funcionários estavam passando o tempo. A função dava aos usuários notas de 0 a 100 baseadas em recursos como comunicação, reuniões, colaboração com conteúdo, trabalho em equipe, mobilidade, e conexão com a rede.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos