Mercado fechará em 6 h 45 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,04
    -0,27 (-0,51%)
     
  • OURO

    1.871,00
    +4,50 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    31.675,84
    -1.826,26 (-5,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    629,28
    -71,33 (-10,18%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.755,37
    +14,98 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,71 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.357,25
    +63,00 (+0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3736
    -0,0344 (-0,54%)
     

Microsoft é acusada de compartilhar dados de usuários do Office 365

Stephanie Kohn
·2 minuto de leitura

Um grupo de clientes do Office 365 abriu um processo contra a Microsoft por supostamente ter compartilhado, em consentimento, dados de seus clientes com o Facebook e outros serviços. A empresa foi acusada de violar sua promessa de não fornecer dados de usuários a terceiros e de compartilhar informações com subcontratados somente quando absolutamente necessário.

Os reclamantes do caso afirmaram que a companhia forneceu centenas de dados de clientes sem justa causa e algumas informações sofreram violações posteriores. O processo judicial também alega que a Microsoft usa emails, documentos, calendários e dados de localização para informar sobre o desenvolvimento de produtos futuros - violando a Lei de Wiretap dos Estados Unidos e leis de proteção ao consumidor.

"Ao contrário do que diz, a Microsoft compartilha regularmente - e continua compartilhando - os dados de seus clientes comerciais com o Facebook e outros serviços. Os dados são compartilhados mesmo quando os clientes ou seus contatos não são usuários do Facebook ”, relata o processo judicial. "Mesmo que um cliente descubra e desabilite esse 'recurso' de compartilhamento no Facebook após ativar os serviços do Office 365 ou Exchange Online, o dano já foi causado", completa.

O documento ainda explica que, uma vez entregues, os dados não podem ser excluídos por ninguém além do Facebook e também podem ser utilizados por qualquer empresa que a rede social escolher colaborar. A Microsoft, por sua vez, contesta as acusações e afirma que são vagas e infundadas.

"Estamos cientes do processo e o revisaremos com cuidado. No entanto, as alegações em si não são muito específicas e não acreditamos que tenham mérito", afirmou a empresa. "Temos um histórico estabelecido de robusta proteção à privacidade e transparência, e estamos confiantes de que o uso dos dados do cliente é baseado em suas permissões e em nossos compromissos contratuais".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: