Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.560,83
    +362,83 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,88 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,08
    +0,63 (+0,71%)
     
  • OURO

    1.720,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    19.900,09
    -267,94 (-1,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,11
    -7,01 (-1,51%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,96 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,85 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,80 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.495,25
    -46,50 (-0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0943
    -0,0419 (-0,82%)
     

Microscópio raro de Darwin é vendido por R$ 4,5 milhões

·1 min de leitura
Microscópio de Darwin
Instrumento foi produzido em 1826

(REUTERS/Toby Melville)

  • Microscópio do cientista Charles Darwin é arrematado por R$ 4,5 milhões

  • Quantia surpreendeu a casa de leilões Christie's, que esperava no máximo R$ 1,9 milhão

  • Este é um dos únicos microscópios de Darwin que ainda existem e o primeiro a ser vendido

Um microscópio raro do cientista Charles Darwin foi vendido em leilão por R$ 4,5 milhões (US$ 798 mil) na última terça-feira (14). O instrumento é um dos seis únicos restantes que pertenceram ao britânico e o primeiro a ser colocado à venda.

Leia também:

O evento foi promovido pela Christie’s, que se surpreendeu com a quantia obtida. A casa de leilões estimava que a peça seria arrematada por algo entre U$ 250 mil e U$350 mil, equivalentes a R$ 1,4 milhão e R$ 1,9 milhão, respectivamente.

Outros itens como livros e cartas ligados ao cientista também foram disponibilizados.

Microscópio data do século XIX

A peça, que teve Darwin como seu primeiro dono, foi criada em 1826 por Charles Gould para a empresa Cary, referência na confecção de instrumentos científicos, conforme divulgado pelo O Globo.

Acredita-se que tenha sido com este instrumento que o cientista realizou seus primeiros estudos sobre invertebrados marinhos, ainda no tempo da faculdade. Em seguida, o microscópio passou para seus descendentes: Leonard Darwin e Edward Darwin.

Nascido em 1809, na Inglaterra, Darwin fez enormes contribuições para a ciência, sendo que uma de suas teorias mais conhecidas é a da seleção natural, que descreve no livro "A origem das espécies".