Mercado fechado

Microfone com cancelamento de ruído externo permite xingar em jogos sem ser ouvido

Microfone com cancelamento de ruído externo permite xingar em jogos sem ser ouvido
Microfone com cancelamento de ruído externo permite xingar em jogos sem ser ouvido

A Shiftall é uma subsidiária da Panasonic que apresentou na CES 2023 alguns acessórios para realidade virtual e metaverso que chamaram bastante a atenção na feira, incluindo o Mutalk, um microfone Bluetooth com cancelamento de ruído externo para quem quiser xingar muito nos games, sem ser ouvido por ninguém que estiver no mesmo ambiente.

Seu visual é meio perturbador, e lembra um headset VR para a sua boca, tanto que escolhi esse acessório para minha lista de curiosidades da CES 2023. Pelo menos o nariz fica livre para que você consiga respirar, mas se a pessoa estiver gripada, ele definitivamente não é recomendável. O Mutalk foi feito para ser usado com o headset MeganeX, que inclusive é compatível com o Steam VR.

Leia mais:

Headset MeganeX tem telas OLED e resolução 5.2K
Headset MeganeX tem telas OLED e resolução 5.2K / Foto: Nick Ellis

Esse headset conta com chip Snapdragon XR1 e telas OLED com resolução 5.2K, além de caixas de som integradas para maior imersão. Outro detalhe curioso é que ele é dobrável, e assim, ocupa menos espaço na mochila

Outras novidades da Shiftall na CES 2023

Além do headset e do microfone com cancelamento ruído externo, a Shiftall apresentou outras novidades que podem fazer a diferença em jogos VR ou no metaverso, como o controle Flip VR que permite pegar e segurar objetos em realidade virtual.

O interessante é que é possível fazer isso sem perder o rastreamento da posição exata das mãos do usuário. De um lado ele tem um joystick, e do outro, botões, e o jogador pode girar rapidamente o controle para usar um ou outro.

HaritoraX é um sistema com sensores de movimento para o corpo todo
HaritoraX é um sistema com sensores de movimento para o corpo todo / Fotos: Nick Ellis

O HaritoraX Wireless é um sistema para rastreamento de todo o corpo do usuário, assim é possível jogar jogos que precisem reconhecer seus movimentos, além de usar o metaverso para fazer uma dança, por exemplo. A bateria dura até 10 horas de uso, assim é possível encarar mesmo as sessões mais longas de games ou no metaverso. Ele também é compatível com headsets de outras marcas, como o Quest 2 da Oculus.

Finalmente temos o Pebble Feel, um acessório que permite sentir variações de temperatura nos seus jogos em VR ou no metaverso, além de ter retorno háptico, o que deixa o usuário sentir vibrações, algo que pode pode aumentar o realismo e sensação de imersão.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!