Mianmar pagará empréstimos ao Banco Mundial

O governo de Mianmar vai começar a pagar centenas de milhões de dólares devidos ao Banco Mundial e ao Banco Asiático de Desenvolvimento a partir de segunda-feira. Os pagamentos serão financiados por um empréstimo-ponte fornecido pelo Banco do Japão para Cooperação Internacional, que é controlado pelo governo japonês.

Em um comunicado enviado à imprensa, o Banco Mundial disse que Mianmar vai "acelerar as reformas com o pagamento dos atrasados ao Banco Mundial e ao Banco Asiático de Desenvolvimento". O país deve US$ 440 milhões ao Banco Mundial e US$ 512 milhões para o Banco Asiático. Os empréstimos foram concedidos décadas atrás, antes das instituições internacionais deixarem o país e a junta militar que governa Mianmar ser punida com sanções devido a violações dos direitos humanos.

Em comentários feitos ao Wall Street Journal na sexta-feira, o vice-presidente para operações no Sudeste da Ásia do Banco Asiático de Desenvolvimento, Stephen Groff, disse que o pagamento dos atrasados na dívida de Mianmar com a instituição era um grande empecilho para a economia do país. Segundo os dados mais recentes disponíveis, de 2010, os empréstimos com o Banco Mundial e o Banco Asiático representam quase 18% da dívida de Mianmar, que totalizava US$ 5,4 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Carregando...