Mercado fechará em 6 h 36 min
  • BOVESPA

    122.787,88
    -788,68 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,93
    -1,63 (-2,31%)
     
  • OURO

    1.833,10
    +19,00 (+1,05%)
     
  • BTC-USD

    38.842,54
    +429,84 (+1,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    952,33
    +8,89 (+0,94%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.113,90
    +8,18 (+0,12%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.026,00
    -20,25 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1767
    +0,0112 (+0,18%)
     

MG: Idoso toma quatro doses de vacina contra a Covid-19 em Viçosa

·2 minuto de leitura
MG: Idoso toma quatro doses de vacina contra a Covid-19 em Viçosa
MG: Idoso toma quatro doses de vacina contra a Covid-19 em Viçosa

Um idoso da cidade de Viçosa, no interior de Minas Gerais, tomou nada menos do que quatro doses de vacinas contra a Covid-19. O homem, de 69 anos, primeiro tomou duas doses da vacina do Instituto Butantan e da Sinovac, a CoronaVac, em Viçosa, depois, viajou para o Rio de Janeiro e tomou uma dose da vacina da AstraZeneca, e voltou para Viçosa para tomar o imunizante da Pfizer.

As fraudes só foram descobertas nesta quarta-feira (7), depois que o idoso já tinha recebido as quatro doses de vacinas. A equipe de imunização indagou o homem, que alegou ter oito anos a menos, sobre o porquê de ele não ter tomado a vacina na data correta de imunização. Em seguida, conferiram suas informações no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações.

Leia mais:

Ao verificar os dados, foi descoberta a fraude. Logo em seguida, a Procuradoria Geral do Município de Viçosa e o Ministério Público de Minas Gerais foram acionados para tomar as medidas cabíveis. Em nota, a Prefeitura de Viçosa repudiou a atitude do idoso e prometeu reforçar os mecanismos de auditoria e conferência de dados da população para evitar novos casos parecidos.

Sem “sommelier de vacina”

Calendários distintos de imunização provocam migração por vacinas
Infectologistas afirmam que todas as vacinas são seguras e não há uma “melhor” que outra. Créditos: Shutterstock

A administração também destacou que qualquer pessoa que tomar mais de duas doses de vacinas contra a Covid-19 estará sujeito a sanções previstas em lei. Em Viçosa também há uma recomendação expressa para que os moradores não escolham o fabricante de suas vacinas, caso alguém o faça, deve assinar um termo de consentimento, que o coloca no final da fila.

A decisão de colocar os chamados “sommeliers de vacina” no fim do calendário de imunizações não é uma inovação da cidade mineira. O prefeito da cidade de São Bernardo do Campo, na região do Grande ABC Paulista, Orlando Morando (PSDB-SP) foi o primeiro a tomar uma decisão do tipo. Segundo ele, a medida ajudou a diminuir esse tipo de ocorrência.

Com informações da CNN

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos