Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.713,82
    +339,95 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.383,92
    -589,35 (-1,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,93
    +2,11 (+2,52%)
     
  • OURO

    1.814,40
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    41.607,59
    -655,84 (-1,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    993,21
    -16,18 (-1,60%)
     
  • S&P500

    4.583,03
    -79,82 (-1,71%)
     
  • DOW JONES

    35.386,97
    -524,84 (-1,46%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.287,00
    -308,75 (-1,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3065
    +0,0127 (+0,20%)
     

Metro quadrado ultrapassa os R$ 20 mil em empreendimento de luxo de Icaraí

·3 min de leitura

NITERÓI — Empresas do mercado imobiliário estimam um movimento de compras na cidade para o ano que vem de R$ 2,1 bilhões, um salto de mais 300% em relação aos R$ 484 milhões do ano passado. Para dar a volta por cima na crise provocada pela pandemia e atingir a meta, a aposta é no público de altíssimo padrão. A expectativa se justifica pelo apetite da classe média alta, que já comprou quase metade das 144 unidades do empreendimento de luxo The Edge Residences, lançado na última sexta-feira. Um apartamento no condomínio que será construído na Praia de Icaraí, no antigo terreno do Clube Regatas, chega a custar R$ 13 milhões, o que faz o valor do metro quadrado ultrapassar os R$ 20 mil, o mais alto já praticado em Niterói segundo agentes do setor. Pelo índice Fipezap, o valor médio atualmente no bairro é de R$ 7.557.

A expectativa da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi) de Niterói é fechar este ano com R$ 1,7 bilhão em vendas. Somente o The Edge Residences, que será erguido pela Soter Engenharia, deve movimentar R$ 550 milhões, maior valor alcançado por um empreendimento imobiliário na cidade até hoje. O condomínio terá duas torres, de 14 andares cada uma, com apartamentos de três e quatro suítes, com varandas amplas e vista para o mar ou para o cinturão verde localizado no morro atrás do empreendimento. Os jardins da fachada e das áreas comuns do condomínio foram projetados pelo Escritório Burle Marx. O apartamento mais barato custa R$ 1,49 milhão.

Para atender o apetite do público de alto padrão, a Gafisa planeja lançar em abril um empreendimento do mesmo nível em um terreno na esquina das ruas Tavares Macedo e Presidente Backer, em Icaraí. A área é cobiçada por agentes do setor há mais de 30 anos. Para adquirir o espaço, a construtora precisou negociar com seis famílias que eram donas de imóveis no local. O condomínio terá 74 apartamentos, distribuídos em nove andares. Uma unidade com 170 metros quadrados e quatro suítes custará em média R$ 3 milhões.

Arena para gamers

A procura pelo luxo também fez a construtora niteroiense União Realizações se unir à paranaense Mônaco para criar um novo condomínio exclusivo em um dos últimos terrenos da Boa Viagem. Lançado este mês, o Lazuli, na Rua Antônio Parreiras, também terá jardins projetados pelo Escritório Burle Marx e promete manter à a disposição dos moradores uma arena gamer e até um centro de treinamento de alta performance, com piscina semiolímpica indoor, esteiras profissionais de corrida e rolo de treino para ciclismo com simuladores da Maratona de Boston e do Tour de France. Serão 112 unidades, o que deve movimentar mais de R$ 300 milhões em vendas.

Para Bruno Serpa Pinto, vice-presidente da Ademi de Niterói e presidente da Spin, o que impulsionou os lançamentos de alto padrão na cidade foram as mudanças que a pandemia trouxe na forma de morar da classe média alta.

— Não é uma questão de ser alto luxo ou não, mas as pessoas estão repensando a forma de viver e dando cada vez mais valor à moradia. Muita gente está optando por gastar menos em viagens e compras caras no exterior para morar cada vez melhor. A tendência não é comprar um metro quadrado, mas uma experiência diferente. E essa nova safra de lançamentos entrega isso — argumenta.

Além do luxo

Para além dos empreendimentos de alto padrão, o mercado também aposta em imóveis mais baratos, como o Flow Santa Rosa, que será construído na Rua Doutor Mário Viana e terá apartamentos de um e dois quartos a partir de R$ 220 mil. Lançamentos com unidades de apenas um dormitório não são vendidos na região há pelo menos mais de uma década.

A Ademi de Niterói prevê o lançamento de 24 novos empreendimentos na cidade em 2022, totalizando 2.911 unidades. Este ano, foram 14 empreendimentos (1.559 unidades); e em 2020, apenas sete (384 unidades).

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos